Notícias

Show de bola

Em clima de copa veja como organizar uma festinha de aniversário com o tema favorito dos meninos: futebol

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Eu sempre gostei de fazer festa em casa. Mal termina um aniversário e já fico pensando no tema do próximo. Claro que na véspera, especialmente, sempre penso porque não escolhi um buffet para comemorar o aniversário do filho. É que em casa é sempre mais gostoso. Tudo mais personalizado, tudo feito com a nossa cara. E eu gosto disso, então não tinha como ser diferente.

Para o aniversário deste ano, o tema era futebol. Que bom, pois em época de Copa das confederações e com jogo do Brasil, não tinha clima melhor. Ele não queria festa do time (São Paulo) para não causar briga entre os amigos. E fez um pedido. Aliás, dois: queria que o bolo fosse um troféu e que a gente convidasse o Rogério Ceni, o Lucas e o Neymar para virem à festa. Fácil….

Anúncio

FECHAR

Com um mês para o grande dia começamos a organizar a decoração. E aí, como em todos os anos, eu conto com a minha super sogra: vovó Teteu. Porque ela é uma fantarrona (no bom sentido, claro!!!). Além de ser uma doceira, cozinheira e quituteira de primeira, ela, assim como eu ADORA uma farra ea 25 de março. Para desespero dos nossos maridos.

Foi na 25 que escolhemos os tecidos para a toalha de mesa, para as sacolinhas e o bloquinho que seria a lembrancinha. Aqui contamos com a habilidade da titia Thais que, mesmo com o Bernardo de dois meses no colo, nos deu uma aula de como fazer as capinhas dos bloquinhos de cartonagem (técnica de papelão e tecido). Em seis mãos, finalizamos 100 lembrancinhas lindas!

Como meu filho nasceu em época de Copa, nós já tínhamos feito aniversário de futebol. E meu medo era cair no tradicional copy/paste sem originalidade. Então comecei a resgatar fotos do que já tinha sido feito. A primeira alteração foi no convite. Esse ano seria uma credencial personalizada(Obrigada Facebook por permitir que eu acessasse as páginas das amigas e surrupiasse algumas fotos lindas da criançada).

15 dias antes da festa a molecada começou a receber os convites em casa, via correio. Também quebrei a formalidade de entrega pessoal, pois isso leva muito tempo. E eles adoraram receber um carta em nome, com uma credencial especial para o aniversário!

Para os detalhes decorativos contei com a ajuda de uma amiga que é especializada em papelaria para festas. Foi ela que, durante a madrugada, me socorria com tutoriais do Ilustrator via messenger!

Doces e salgados ficaram por conta da vovó. O tema futebol combina com churrasco. Então decidimos por um almoço, com um belo caldinho de feijão, patês e salgadinhos e, de sobremesa, uma linda e deliciosa mesa de doces.

O bom de anos fazendo festa em casa é que vamos ficando macacas velhas numas coisas. Por exemplo: o bolo toma um enooorrmmeee tempo, bem na véspera da festa, dia que tudo dá errado! Então, este ano, nós terceirizamos o tal bolo de troféu, com referências tiradas da internet e previamente aprovadas pelo cliente: leia-se Gabriel. Também contratamos uma empresa para encher bexigas, porque ninguém merece ter os dedos cheios de bolhas horas antes de tudo começar.

E, pela primeira vez, resolvi ter uma fotografa para, enfim, ter fotos lindas da festa. A verdade é que todo ano eu ficava correndo pra cima e pra baixo atrás do filho para tirar fotos e nunca saia em nenhuma delas. Além de dar ainda menos atençãopara os convidados. Após pesquisas escolhi uma grande amiga que, após anos dedicando-se ao segmento infantil de uma multinacional, largou tudo para tirar (lindas) fotos. E deu certo!

Lembra que eu falei dos problemas da véspera? Pois é. Foi o dia que a coluna do marido pifou. E a minha ajuda física quase ia para as cucuias. Ainda bem que contamos com a super energia do sobrinho mais velho que foi nosso motorista, decorador, engenheiro e organizador de quase tudo comigo. Como diz o maridão: “ele não quebrou um galho, quebrou a árvore inteira!”

No grande dia a criançada se divertiu a valer até a hora da estreia do Brasil na Copa das Confederações. Os ilustres convidados de Gabriel não compareceram (óbvio), mas Neymar encheu os olhos do meu filho de brilho com um golaço aos 4 minutos do primeiro tempo. E uma grande amiga fechou a festa com chave de ouro com um presente especial: um vídeo do Raí, exclusivo para Gabriel, dando parabéns e nome do TIME do São Paulo. Vi meu filho chorar de emoção. E fiquei imensamente agradecida por conseguir fazer uma festa tão personalizada, do jeito que ele queria!

Veja o vídeo da festa aqui

 

Serviço:

Fotografia: Daniela Zuim (danielazuim@yahoo.com.br)

Balões: http://viladosbaloes.blogspot.com.br/

Recreação: Grupo Curumim (http://www.grupocurumim.com.br/)