Notícias

Para 58% , idade ideal para engravidar é aos 25 anos, segundo Gallup

Resultado bate com melhor momento biológico, mas não necessariamente com o timing psicológico

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

 

Qual a idade ideal para engravidar?  Para os americanos, bate com o relógio biológico: 25 anos, de acordo com pesquisa feita pelo instituto Gallup. Entre os  mais de 5 mil entrevistados, 58% disseram que as mulheres deveriam ter filhos no final da adolescência ou ainda na casa dos 20 anos, o que mostra que as pessoas acreditam que o relógio biológico deve ser levado em conta. Quanto aos homens, a idade boa para se tormar pai seria 26 anos.

O estudo avaliou a opinião tanto de homens quanto de mulheres. E os dois gêneros concordam que as mulheres deveriam engravidar do primeiro filhos aos 25 anos. Mas as mulheres são mais propensas do que os homens a dizer que 30 anos pode ser também a idade ideal.

Anúncio

FECHAR

Engravidar após os 45 anos é possível

Qual a idade ideal para engravidar, para homens e mulheres

A pesquisa avalia que existem diferenças entre os americanos brancos, os negros e os de origem hispânica. Segundo a Gallup, apesar de a média avaliar 25 anos como a idade ideal, a proporção da resposta entre mulheres negras (67%) e as hispânicas (68%) foi maior do que entre as brancas (56%).

Mais educadas, gravidez mais tarde

Outra conclusão do estudo foi que a preferência pela maternidade tardia está ligada ao nível de educação. As americanas com nível superior preferem esperar até os 26 anos ou mais para ter filhos, diferentemente das que frequentaram menos tempo a escola ou universidade..

Outra classe de mulheres que preferem atrasar a maternidade são as de meia idade, talvez exatamente porque ainda não tenham tido filhos. Enquanto os adultos na faixa dos 65 anos ou mais provavelmente irão dizer que a idade ideal é até antes dos 25 (72%), os menos propensos a concordar são os adultos com idades entre 30 e 49 (49%).

Embora os médicos americanos concordem que a idade ideal para engravidar, ao menos do ponto de vista biológico, é por volta dos 20 anos, por ser a fase que a mulher tem mais probabilidade de gerar uma criança saudável, essa idade considerada ideal não se enquadra na vida moderna, que valoriza a formação de nível superior e conquista de objetivos de carreira. Muita gente ainda não encontrou um parceiro com quem queira ter filhos até os 25 e considera que ainda quer “aproveitar a vida”, viajando ou saindo à noite.

Responsabilidade pesa mais que idade

Perguntamos a opinião das nossas leitoras sobre a melhor idade para engravidar na nossa FanPage no facebook. Avaliamos os primeiros 200 comentários da enquete na nossa FanPage que mostraram que a maioria das mulheres acredita que não existe idade ideal, o critério deve ser a responsabilidade, representando 46,5% das respostas.

“A idade ideal é aquela em que você se sente capaz de criar uma criança e de cuidar sem deixar faltar amor, carinho, atenção, educação, alimento, saúde e lazer”, disse a leitora Virgínia Costa.

Mas elas também levam em consideração o relógio biológico da mulher, por isso estipularam idades que acreditam ser o ideal. “Acho que é muito bom planejar a gravidez”, comentou Renata Castelo Branco. “Só acho legal observar a questão da idade mais avançada da mulher para o primeiro filho pela questão fisiológica mesmo”, completou.

Segundo o especialista em reprodução humana Isaac Yadid, pai de Stephanie, Vicky e Daniel, do ponto de vista médico, o ideal é que a mulher engravide cedo, porque o nível de fertilidade se altera de acordo com a idade. Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a idade avançada é o maior obstáculo para a fertilização nos países desenvolvidos.

“Ao nascer, a mulher possui cerca de 2 milhões de óvulos e não haverá produção durante toda a vida. Por isso, quando chega aos 37 anos esse número cai para 25 mil”, disse o doutor Yadid. Além da queda no número de óvulos, o médico alerta para o fato de que a qualidade deles também será comprometida com o passar do tempo, o que pode contribui para abortos espontâneos e também alterações nos cromossomos.

 

Consultoria:

Isaac Yadid, pai de Stephanie, Vicky e Daniel, especialista em reprodução humana e diretor médico da Primordia Medicina Reprodutiva.