Notícias

Minha filha não come

Fernanda, mãe de Gabriel e Giulia, está encontrando dificuldades na alimentação da filha

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Estou passando por essa etapa dolorida de ter um filho que não come. Tenho dois filhos: o primeiro, nunca tive problemas com comida, e hoje ele está com 7 anos. Costumo regrar os açucares para não ficar obeso, mas a mais nova, com 2 anos 5 meses, está praticamente há mais de 1 mês e meio recusando o almoço na creche. Os dois ficaram em creches desde bebês e, portanto, não existe mudanças na rotina. Há um trabalho em conjunto de professoras, psicóloga, nutricionista, a pediatra e euzinha: mãe. Mas até o momento nada foi descoberto quanto à recusa do alimento em geral, sempre na hora do almoço! Em casa, nos fins de semana, em outros lugares, também é do mesmo jeito… E não sou uma mãe que cede a trocas… Está difícil.

Meus filhos não foram acostumados a comer fora do horário, fazem quatro refeições por dia (café, almoço, lanche e janta) e, antes de dormir, vem a ceia, porque a creche ensina isso como disciplina.

Meus filhos sempre ficaram em creches conceituadas no RJ, por período integral, onde a visão da alimentação sempre foi uma questão primordial e um trabalho em conjunto com o pediatra que acompanha a criança.

Anúncio

FECHAR