Notícias

Mãe desconfia de que seu bebê havia sido trocado na maternidade e exames provam que ela estava certa!

Os pais só reencontraram o filho quatro meses depois do nascimento. O vídeo do reencontro é emocionante e já tem mais de 15 mil visualizações

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Bebê trocado El Salvador 1

Mercedes, Richard e o bebê foi entregue ao casal na maternidade

Instinto materno não falha. Mercedes Casanellas e seu marido, o britânico Richard Cushworth, viajaram de Dallas, no Texas (EUA), até El Salvador, onde Mercedes nasceu, para que o bebê nascesse no mesmo país que a mãe. Quando Mercedes já estava no segundo trimestre de gravidez, os dois conheceram Alejandro Guidos, um ginecologista e obstetra que iria realizar o parto do Mercedes no hospital privado San Salvador’s Ginecologio, considerado o melhor do país.

Desde o início, o casal percebeu que o médico era um pouco estranho e algo de errado estava acontecendo por causa do comportamento do profissional, mas não imaginaram que isso poderia indicar que alguma coisa mais séria poderia acontecer. Mercedes levou a gravidez até o final e, depois do parto, pode segurar seu filho apenas uma vez. “Eu me lembro de pensar que ele se parecia com o meu marido”, disse ela para uma emissora de TV do país.

Depois disso, os médicos do hospital deram à Mercedes alguns calmantes para ela dormir, dizendo que ela parecia estressada. Na manhã seguinte, o bebê que estava em seus braços já não era o mesmo, nem mesmo se parecia com seu filho. “Perto das oito da manhã, eles começaram a trazer os bebês para suas mães e eu esperei pelo meu. Mas, quando o peguei, vi que ele era muito diferente do que eu havia segurado antes”.

Anúncio

FECHAR

Mercedes chegou a perguntar para enfermeira do local o que havia acontecido, mas ouviu dela que o estranhamento era normal. O Casal voltou para Dallas com a criança, tentando se convencer de que não havia nada de errado. Depois de três meses, Mercedes e Richard levaram o bebê para fazer um exame de DNA. “Eu tirava fotos dele e colocava ao lado do meu marido, tentando encontrar algo de nós nele. Eu ficava tentando me convencer de que ele era realmente nosso”. Mas o exame confirmou a suspeita: o bebê não era filho de nenhum dos dois.

Mercedes e seu filho biológico

Mercedes e seu filho biológico, logo após o parto

O casal voltou para El Salvador determinados a encontrar seu filho. O hospital inicialmente negou a troca, mas depois se comprometeu a investigar. A família também contratou um advogado, que alegou que aparentemente a troca teria sido acidental. Depois das investigações, Alejandro Guidos foi preso e o hospital precisou rever seus procedimentos para que isso não acontecesse novamente. Os pais desconfiaram que o médico teria trocado o bebê para vendê-lo a traficantes de crianças.

Para encontrar seu filho, Mercedes e outras mães que deram à luz no mesmo dia fizeram vários testes de DNA. Em uma entrevista para a televisão, Mercedes fez um apelo: “Eu tenho um lindo bebê em casa. Não é meu e talvez haja outra mãe sofrendo pelo mesmo motivo e talvez seu bebê esteja comigo”. Depois do resultado dos exames, Mercedes e Richard finalmente encontraram seu filho.

O outro bebê ainda não foi devolvido aos pais biológicos, que ainda não foram identificados publicamente. Mas Mercedes e Richard pretendem assumi-lo caso a criança não tenha para onde ir. A associação de obstetras e ginecologistas de El Salvador declarou que o médico é inocente e que ele não está envolvido na troca de bebês.”Quando um obstetra atende a um parto, é normal que o bebê seja imediatamente entregue ao neonatologista ou à enfermeira pediátrica. Se houve qualquer troca de bebê, é impossível que o obstetra participe disso”, disse o porta-voz da associação.

Veja no vídeo abaixo o momento do reencontro do casal com seu filho pela primeira vez, depois de quatro meses do nascimento. É lindo!