Notícias

Jeito certo de criar o filho

Olivia, mãe da Catarina, participou do nosso brunch e das nossas discussões

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Desde que a Catarina nasceu, acompanho o “Culpa, Não!” da Revista Pais & Filhos através do facebook, do site e da revista.  Afinal, com a mãe nasce a culpa, seja no parto ou na alimentação. A verdade que é ela uma sombra em nossas vidas, a gente se livra de uma e vem outra. Mas acho que existe um lado bom: é possível compreendê-la, aceitá-la e, por fim, livrar-se da culpa.

A maternidade não é fácil, a gente vive dilemas o tempo todo. Gosto do lema da campanha, que não existe um jeito certo de criar um filho, cada mãe tem o seu… Gosto do respeito que é dado para as nossas escolhas.

No ”Culpa, Não!” percebi que não sou a única, estamos no mesmo barco, algumas situações parecidas, outras mais complexas, mas todas as mães estão dando seu melhor.

Anúncio

FECHAR

Sinto-me acolhida no grupo e entendida. Como discutimos no encontro, as pessoas alheias apontam, julgam e não é fácil lidar com isso. Acho muito importante a troca de experiências e as discussões levantadas pelos especialistas. Assim, a maternidade fica mais leve.

Eu trago a minha filha para o meu escritório desde os 4 meses. Confesso que não é fácil, é cansativo, é trabalhoso, mas é muito compensador! Alguns acham maluquice, torcem o nariz, outros acham bacana e ainda há os que acham que aqui é zona, que a Catarina chora o tempo todo, que eu não consigo trabalhar, enfim, mas estou feliz com a minha escolha, tentando acertar e dando  o meu melhor.

Que o “Culpa, Não!” continue abraçando várias mães que precisam de apoio, mesmo que virtual.

Ah! Nós amamos, porque a Catarina se divertiu!!!