Notícias

Indicações para mamar

Evelin, mãe de Camila, aprendeu que a realidade é complicada para as marinheiras de primeira viagem

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Tive minha filha em 31.05.13, e já no hospital começaram os problemas com a amamentação. A minha Camila não pegava o seio e uma enfermeira me indicou o bico de silicone. Assim, ela começou a mamar.
Meu leite demorou a “descer” e ela perdeu um pouco mais de peso do que deveria, me deixando desesperada. Chegou a recusar o peito mesmo com o bico, mas em seguida voltou a mamar e começou a ganhar peso.

Nesses momentos difíceis que nós, marinheiras de primeira viagem, não sabemos como lidar, é fundamental contar com apoio de amigas. Minha “consultora” é a Milena Costa Gardesani, que me ajuda com todas as dúvidas e sempre tem uma palavra de conforto.

A Milena é mamãe do Lucca de 3 aninhos e já passou por tudo isso, inclusive ele e a minha filha tinham comportamentos parecidos, como ficar o dia todo querendo mamar, praticamente pendurado na mamãe.
Nós assistimos cenas lindas de amamentação na TV, mas a realidade é bem mais complicada para algumas mulheres. Insisti bastante para a Camila mamar, chegava a tirar o leite e enganá-la, molhando o bico pra ela pegar. Ela chorava, mas pegava. Eu tinha um verdadeiro arsenal para amamentar!

Anúncio

FECHAR

Hoje ela já está com 2 meses e mama bem, ganhou peso e está muito saudável e feliz: e eu também.