Notícias

Flipinha diversão e literatura por todos os cantos

Festa oferece leitura ao ar livre, recreação e biblioteca de livros infantis

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

O segundo dia de Feira Literária Internacional de Paraty – Flip também foi muito proveitoso entre um bate-papo e outro. Uma das atividades mais divertidas é ler histórias penduradas nas árvores nos “Pés de Livros” espalhados pela Praça da Matriz. Crianças brincando, outras atentas às histórias e algumas contando suas próprias narrativas embelezaram o local.

A Biblioteca Casa Azul também oferece um grande acervo de livros infantis, em um ambiente aconchegante onde as crianças podem conversar, ler ou simplesmente relaxar um pouco depois de tanto brincar.

Além disso, quem quis ter contato com a literatura de um jeito diferente pode embarcar (literalmente) na poesia em um sarau feito em um barco. É a terceira vez que a professora de literatura e filosofia Dilia Gouveia e a biblioterapeuta Cristiana Seixas trazem o projeto para a Flip.

Anúncio

FECHAR

Nós participamos de uma leitura de um diálogo entre Shakespeare e Fernando Pessoa. De acordo com Dilia, o objetivo é surpreender as pessoas, mostrando um dialogo entre a música e a poesia para que possibilite que todos se sintam mais vivos.