Notícias

Faltam só 2 meses para a creche

Ana Ross, mãe de Beatriz, não pode deixar de trabalhar mas não quer nem pensar no dia em que a licença terminar

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Ana Ross mãe de Beatriz, participa da campanha Culpa,Não! O tema do mês de Maio é  “Culpa por deixar a criança na creche”  se você também quiser participar siga a nossa página no Facebook e mande um depoimento sobre o tema do mês para giovanna@revistapaisefilhos.com.br .  

A minha história ainda nem começou direito, isso porque minha licença ainda não terminou, se bem que mesmo antes de engravidar, ao falar sobre meu desejo de ser mãe novamente (já tinha 2 do primeiro casamento, o meu filho mais velho tem 18 e a do meio tem 15 anos), já dava a solução quando me perguntavam: Mas como vai fazer pra trabalhar? Colocar ela na creche.

Essa era a solução mais fácil pra mim já que eu sou funcionária pública da rede municipal de educação daqui da minha cidade, escolhi minha sala pra depois da licença numa creche e tudo certo. Porém quando foi chegando perto dos 4 meses, e a probabilidade de voltar ao trabalho, me senti muito culpada, um bebê tão pequeno na creche? 

Anúncio

FECHAR

Apareceram outras alternativas, mas o problema era que eu queria ficar com ela, cuidar dela, alimentá-la, estar perto 24 horas e ao mesmo tempo não queria abrir mão da minha vida profissional (aliás, nem posso pensar nisso, financeiramente falando).

Passado o susto do retorno aos 4 meses, e a confirmação da prorrogação da licença, comecei a me planejar melhor pra volta, essa é a minha realidade hoje, sou mãe, mas sou profissional, minha filha vai ter que viver de acordo com a minha realidade, assim penso eu. Sei que na creche ela pode adoecer mais no começo, mas que também vai ser mais estimulada a aprender, ser mais independente, enfim, o mundo não vai acabar, e eu não sou a pior mãe do mundo por isso.

Mais dois meses quase e ai sim minha história realmente vai começar, enquanto isso estou curtindo cada momento que tenho para passar com ela, curtindo os cuidados e a possibilidade de amamentá-la, se depois as coisas vão mudar… Bem estou tentando deixar pra decidir depois também!