Notícias

Bebê de 9 meses morre asfixiado em cama enquanto o pai cochilava

Caso aconteceu na casa de amigos, em North Devon, Inglaterra

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

ryan sharp, de 9 meses

Ryan, uma criança de 9 meses, morreu por asfixia ao ficar pendurado nas grades da cama. As informações são do “Daily Mirror”. O pai, Jay Veloso, estava cochilando e foi acordado pelos gritos da mulher, que havia acabado de chegar na casa e encontrar o menino. Segundo o veículo, o pai tinha bebido dois litros de cerveja, além de outras bebidas alcoólicas, antes de voltar para a casa de um amigo em Barnstaple, North Devon, na Inglaterra.

As investigações apontaram que a morte foi um acidente. O pai e o bebê estavam na casa de amigos,  Lily Griffith e Ashley Jewell, quando Jay levou Ryan para dormir no andar de cima, balançando-o em seus braços. Os dois acabaram dormindo na cama e o bebê ficou pendurado na parte inferior, sofrendo asfixia (com possível compressão do pescoço, segundo legistas) e depois um ataque cardíaco. Ele morreu no hospital.

Anúncio

FECHAR

Em depoimento, os pais falaram sobre o triste ocorrido: “Não há um minuto que nós não pensamos no nosso macaquinho sorridente. A dor vai estar sempre com a gente e nós não queremos qualquer outra pessoa passe pela experiência de perder uma criança como nós perdemos Ryan”.

É importante lembrar que, segundo pediatras, dormir na cama com os pais não é recomendado em qualquer idade e há riscos como machucar ou até sufocar a criança. Além disso, o ambiente em que o bebê dorme deve seguir normas de segurança para evitar acidentes. Segundo regulamentação do Inmetro, o espaço entre as extremidades do berço e o colchão não deve ultrapassar 3 centímetros e as as barras verticais ao redor do berço não devem ultrapassar 6,5 centímetros.