Notícias

A satisfação é o progresso

Vanessa, mãe de Ana Laura, deixou de trabalhar para poder cuidar da filha e ajudar nas terapias

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Há três meses parei de trabalhar fora para cuidar da minha filha. Ela tem transtorno do espectro do autismo. Por isso, necessita de fazer as terapias e tive que optar por em ficar em casa. 

Difícil, muito difícil, pois ainda faço faculdade, estudo no período da manhã, assim concilio com o horário de aula da Aninha. 

Porém, quando ficamos em casa, parece que temos menos tempo ainda, muita coisa pra fazer e pouco tempo para administrá-las… Fora o sentimento de se achar inútil, inferior, submissa. 

Anúncio

FECHAR

Hoje, em casa, só estudando e cuidando da Ana, minha autoestima se foi: engordei, me sinto uma velha… 

Por outro lado, minha satisfação é de que o progresso perante as terapias evoluíram, e muito, graças a Deus. Vivo a vida da minha filha, e sinto que estou deixando a minha de lado. 

Mas tenho a certeza que fiz a escolha certa, e não me arrependo… rs, faria tudo novamente. 

Agradeço a atenção e espero que não só eu, mas como as demais mães “Culpa, Não!” não tenham culpa, pois pelos filhos o nosso esforço é reconhecido, através do crescimento, evolução e aprendizado diário!!!