Mais

Toque de carinho

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Provavelmente, você adoraria uma massagem agora. E o seu bebê também! Do jeito certo, o toque pode ajudar a criança a dormir melhor.

Por Jeannette Moninger / Tradução de Julia Rabahie,  filha de Marina e Gilberto

Não consegue tirar a mão do seu recém-nascido? A gente sabe como é. É impossível resistir aos pezinhos e às coxas gordinhas. Mas, afinal, resistir pra quê? Seu bebê adora ser tocado. “A pele tem mais de 5 milhões de receptores sensitivos”, diz Elaine Fogel Shneider, autora do livro Massaging Your Baby: The Joy of Touch Time.

Anúncio

FECHAR

Os benefícios de massagear seu filho são muitos. Um estudo feito em 2009 revelou que crianças que são tocadas com frequência choram menos e fazem menos barulho do que aquelas que não são, talvez porque o contato com a pele diminui os níveis do hormônio Cortisol, que dá a sensação de estresse. Além disso, as crianças dormem melhor graças à Melatonina, hormônio que tem sua liberação induzida pelo toque. A massagem também atua como um apoio ao sistema imunológico, à capacidade motora, ao desenvolvimento intelectual e ao ganho de peso adequado dos pequenos. Apesar de ser uma coisa bem instintiva, vamos te guiar por meio de algumas técnicas básicas para que você e seu filho aproveitem ao máximo essa oportunidade de ficarem totalmente conectados.

Braços e mãos

Segure o pulso do bebê com uma mão, enquanto a outra envolve suavemente o braço, deslizando do ombro até o pulso. Faça o movimento contrário e repita-o várias vezes. Depois pressione seus polegares na palma das mãos da criança e gentilmente mexa os dedinhos dela. Segure o pulso e escorregue os dedos até os ombros.  Troque de mão e deslize agora pela parte interna dos braços. Faça o mesmo no outro braço.

Rosto

Limpe qualquer óleo residual das suas mãos. Com seus dedos, faça pequenos círculos nas bochechas da criança. Coloque o dedo indicador no canto de cada olho. Gentilmente, deslize pela parte superior das bochechas.  Comece a acariciar os lábios superiores em movimentos que seguem a linha da boca para fora. Depois faça a mesma coisa no queixo. Para finalizar, usando as pontas dos dedos, acaricie a parte da frente, de cima e de trás da orelha.

Barriga

Massageie a barriga do bebê com movimentos no sentido horário para ajudar a mover o gás e a comida para fora de seu intestino. Desenhe a letra I do lado esquerdo deslizando seus dedos desde a altura das costelas até os quadris. Depois forme um L de ponta cabeça massageando do lado direito para o esquerdo, da altura das costelas até o quadril esquerdo. Crie um U de ponta cabeça começando com o quadril direito, movendo seus dedos até a caixa torácica e depois descendo suas mãos até o quadril esquerdo da criança.

Pernas e pés

Comece deitando seu filho de costas. Com uma das mãos pegue em seu calcanhar e com a outra acaricie desde a parte de fora das coxas até os pés. Isso estimulará a circulação e auxiliará no relaxamento do tônus muscular. Continue fazendo o mesmo com a parte interna da coxa descendo até o tornozelo. Repita o movimento várias vezes. Depois pressione seus polegares na sola do pé da criança, do calcanhar até os dedos do pé. Gentilmente mexa os dedinhos. Faça o mesmo na outra perna.

Costas

Vire seu bebê debarriga para baixo. Desenhe pequenos círculos com seus dedos desde um dos lados das costas até as nádegas e depois faça o mesmo movimento do outro lado. Evite massagear a coluna da criança. Depois coloque as duas mãos na parte superior das costas, com seus polegares se tocando. Deslize-as para frente e para trás, dos ombros até as nádegas.  

O jeito certo de acomodar o seu bebê

Existem muitas maneiras de ficar perto de seu filho. O “método canguru”, no qual a mãe coloca a criança no seu peito nu é considerado uma ótima terapia para bebês prematuros. O contato com a pele materna ajuda a regular a respiração e o ritmo cardíaco do recém-nascido, além de reduzir o estresse e promover ganho de peso. Mesmo os bebês que não nasceram prematuros podem obter benefícios dessa técnica.  Um estudo americano publicado no The American Journal of Maternal/ Child Nursing revelou que crianças com problemas relacionados à amamentação se tornam mais adeptas a mamar depois de apenas uma hora sendo seguradas pelo método canguru. Além disso, é um jeito maravilhoso de se sentir mais perto do seu filho.

Siga os passos corretamente:

• Sente em posição vertical numa cadeira de balanço
Essa é a posição mais segura. Se você cair no sono, não irá rolar em cima do seu bebê.

• Posicione a cabeça da criança contra seu coração
Escutar sua respiração e seus batimentos cardíacos ajuda o bebê a instintivamente ajustar os batimentos dele.

• Cubra seu filho com um cobertor  ou com sua camisa
Isso ajudará a minimizar distrações do ambiente.

• Vá devagar
Bebês prematuros precisam de até três horas diárias do método canguru. As orientações para as crianças que nasceram no tempo normal de gestação são mais flexíveis, é só ficar dessa forma quanto tempo quiser.

O que é importante saber

• Hora certa. Seu bebê precisa estar tranquilo. Um bom momento pode ser depois do banho.
• Fique confortável. Sente no chão num lugar quente com poucas distrações e coloque seu filho sobre um cobertor.
• Comece devagar. Bebês estão acostumados a ter suas pernas tocadas durante trocas de fraldas. Inicie por aí e depois suba pelo corpo da criança.
• Espere pela deixa. Torne seu filho parte do processo perguntando se ele está pronto para a massagem. Mesmo que ele não possa responder, o sorriso e a linguagem corporal lhe dirão se ele está pronto para interagir.
•Ajuda cosmética. Estudos mostram que o óleo ajuda a criança a aproveitar mais a massagem.

Para saber mais
Guia de massagens para bebês, de Sophie Dumoutet
Com passo a passo e fotos que ensinam a massageá-los.
Ed. Larousse (larousse.com.br), R$38

Pais&Filhos TV