Mais

Quase a perdi, como dar bronca agora?

Quando corremos o risco de perdê-los dar bronca é ainda mais difícil

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

 

Desejei muito a minha gravidez, quando confirmada meu coração parecia que iria explodir de tanta felicidade. Quando minha filha tinha por volta de doze dias de vida, após o banho começou a chorar e de repente perdeu o fôlego, foi a situação mais difícil da minha vida. Ela ficou vermelha e não respirava, eu entrei em pânico… A minha sorte é que meu marido estava em casa…comecei a gritar e a pedir pra que ligasse para corpo de bombeiros…eles foram maravilhosos nos ajudaram a fazer a Maria Flor respirar novamente e ficaram no telefone até que a ambulância chegasse, lembro até hoje do som da sirene. Minha filha ficou internada durante cinco dias, todos os exames foram feitos, inclusive sobre refluxo, mas não encontraram nada que justificasse o que houve ( talvez uma imaturidade do sistema respiratório ).O medo de perde-la foi tão grande, que fiquei noites em claro…conferindo se estava respirando…meu leite secou durante a sua internação…não pude amamenta-la mais depois do ocorrido.
Hoje confesso que meu coração aperta toda vez que tenho que lhe dar uma bronca, eu quase a perdi…lutei naquele dia terrível contra meu medo para mantê-la viva…é difícil repreende-la…pois, as vezes não parece justo com ela…por tudo que passou. Tenho me esforçado bastante ( tratamento psiquiátrico, terapia… ), porque sei que ela precisa muito do meu empenho para lhe dar limites, quero que ela tenha bom senso, humildade e principalmente respeito pelo ser humano e pelo nosso planeta…que faça a diferença de forma positiva.

Anúncio

FECHAR

Pais&Filhos TV