Mais

Para manter os dentes lindos

Para o seu filho continuar com um sorriso cativante, tem de cuidar

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

por Nivia de Souza, filha de Tânia e Renato

A saúde começa pela boca. A frase é antiga e foi repetida da sua avó para a sua mãe, da sua mãe para você e, agora, chegou a sua vez… É hora de transmitir a mensagem com convicção, sem achar que é conversa de antigamente.Antes de tudo, lembre-se que muito do educar é dar exemplo, ou seja, para que seu filho tenha uma boa saúde bucal, ajuda bastante que você tenha também. Todos os dentistas insistem na importância de escovar os dentes na frente da criançada.

Nossos filhos gostam de nos imitar, é fato. Então, vamos nessa! Quanto mais divertida for a limpeza das gengivas e dentes, mais fácil das crianças entenderem sua importância. Por isso, comece como uma grande brincadeira e crie uma rotina. Tudo que é feito de forma alegre, na farra, sem tensão, é mais gostoso e muito, muito mais produtivo. 

Anúncio

FECHAR
Pequeno banguela
Você está em casa com seu bebê recém-nascido. Já trocou as fraldas, deu banho e amamentou. Mas e depois, será que é preciso limpar sua boca, que nem dentes têm ainda? Sim. A recomendação é que os pais limpem a boca dos recém-nascidos, com uma gaze ou fralda umedecida, após cada mamada. "A criança precisa acostumar desde bem pequena a sentir o contato do adulto limpando sua boca. O momento do banho, quando geralmente a criança está feliz e brincando, pode ser adequado para isso", recomenda o odontopediatra Daniel Korytnicki, pai de Marcos e Andrea.
 
Procurar um odontopediatra – de sua confiança, claro – é importante, e isso pode ser feito até antes do nascimento. Se for para te tranquilizar, ok.Em geral, o fim da exclusividade do aleitamento materno coincide com o início da dentição, entre os seis e oito meses de idade. Porém, não se preocupe se o seu filho tem apenas quatro meses e já tem dente ou se ele tem um ano e nem sinal de nada. Essas variações são normais.
 
Que coceira!
Se o bebê está mais manhoso do que de costume, pode ser por conta do crescimento dos dentes, sim. Muitas crianças apresentam  irritabilidade, alteração de temperatura (por volta de 37,2°C e 37,3°C), falta de apetite e aumento na salivação quando ganham os primeiros dentes. É de partir o coração, mas… Se prepare e saiba que logo passa.
 
As famosas coceiras variam de criança para criança. “Depende da força do dente”, explica a odontopediatra Melissa Maeda, filha de Nilce e Nivaldo. Para alívio da coceira, o indicado é usar os famosos mordedores emborrachados. Sabe como é, né? Coloca na geladeira cada vez que for usar. A temperatura mais baixa proporciona uma sensação de alívio que ajuda mesmo. 
 
Se ainda não fez a visita ao dentista e seu bebê já tem dentes, está na hora da primeira consulta. Agora, será preciso ainda mais atenção e cuidado com a higiene bucal, justamente porque ele não se alimenta mais exclusivamente do leite materno. A adição de açúcar nas mamadeiras (de leite, chá e sucos) é contraindicada pelos especialistas, você sabe. Então, um problema a menos… “A orientação é que ele seja oferecido à dieta de uma criança o mais tardiamente possível”, recomenda a odontopediatra Eloísa Soares Ueno, mãe de Betina. Mas isso nem precisa falar, certo?
 
Assim que os dentes molares (aqueles maiorzinhos que ficam lá atrás) aparecerem, quem finalmente entra na história é a escova de dente. Só ela consegue alcançar e limpar direitinho essa parte da boca. O fio dental também é importante, não esquecemos dele, não! Já nos primeiros dentinhos você pode passar a usar. É legal prestar uma atenção especial nas pastas. As crianças que ainda não conseguem cuspir não devem usar as que contêm flúor, porque ele não pode ser engolido. Excesso de flúor pode causar a fluorose, que faz com que a dentição permanente nasça com manchas amareladas.
 
Boca completa
Por volta dos 3 anos de idade, a primeira dentição do seu filho estará completa. Agora é hora de redobrar as atenções e supervisionar bem de perto cada escovação. Isso não quer dizer que você vai escovar os dentes dele. O certo é já ensinar a criança a usar a escova nas próprias mãozinhas, mas para tudo ficar certo mesmo, é você quem finaliza o processo. 
 
Fim do ciclo
Como sabemos, os dentes de leite têm ciclo de vida programado. Eles vão cair e dar lugar aos permanentes. Conforme eles vão subindo para a gengiva, o dente de leite vai ficando mole. Os especialistas recomendam que eles caiam sozinhos, mas se a criança estiver muito incomodada, com muito cuidado, você pode removê-lo com uma gaze. Estanque o sangramento por cinco minutos com uma gaze limpa, apertando com os dedos. Seu filho também pode mordê-la. Se o sorriso do seu bebê já é o mais lindo do mundo para você, com todos esses cuidados, vai ficar bonito por toda a vida – e para todo mundo ver. 
 
Como escovar os dentes em cada fase


Até 6 meses
Faça a higienização com uma fralda ou gaze, umedecida com água fervida ou filtrada. Passe o dedo indicador embrulhado pelas gengivas, língua e bochechas da criança, de forma suave.
 
Com os primeiros dentinhos – entre 6 meses e um ano
Você pode continuar a usar a gaze e fralda, mas agora também pode contar com as dedeiras. 
 
Sorriso quase lá – a partir de um ano
Agora, seu filho já tem quase todos os dentes e os molares já estão posicionados. Use a escova e ensine as técnicas para ele!
 
Chupeta não é acessório!
 
A chupeta supre a necessidade que algumas crianças têm de sucção e, por isso, é também chamada de hábito de sucção não-nutritiva. Muitas vezes, elas já estão satisfeitas de leite materno, mas ainda precisam continuar sugando. Gisele Naspitz indica que a chupeta deve ser dada somente quando a criança tem essa necessidade. “Espere um pouco para dar, ela não é um acessório”, alerta a profissional, que completa orientando que colocar fraldinhas na alça da chupeta não é bom. “A médio e longo prazo, o peso pode deformar a arcada dentária”. A recomendação é que ela seja usada somente até os 2 anos. O uso exagerado provoca desarmonia na formação da arcada dentária e na erupção dos dentes.
 
Consultoria: Ana Lucia Furquim Soares, filha de Liana e José, é odontopediatra da Clínica Odontológica Soares; daniel korytnicki, pai de Marcos e Andrea, é odontopediatra; Eloisa Soares Ueno, mãe de Betina, é odontopediatra da Clínica Odontológica Soares (cos.odo.br); Gisele Naspitz, mãe de Thomas e Carolina, é odontopediatra do Hospital. 

Pais&Filhos TV