Mais

Hey ho, let’s go

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Roupa é passageira. Pra gente, porque a moda passa, e pras crianças, porque não cabe mais. O problema é quando a gente se apega…

 Quando o assunto é moda eu sou uma negação. A moda muda e eu fico mudo, de raiva. É difícil achar uma roupa que eu goste, e depois, quando ela se rasga, mancha ou perde, é impossível de substituir, porque já mudou tudo.

Eu gosto de calça com a perna mais larga e quando vai ver, só tem calça hipster apertada e fina. Eu pergunto pro vendedor sobre calça mais larga e ele faz cara de quem está na dúvida entre fazer piada com calças boca de sino ou semibaggy. Antes dele falar qualquer coisa, eu já digo nem uma, nem outra, oras, igual àquela que eu tinha antes. Só isso.

Anúncio

FECHAR

Aí veio a Lucia. A primeira roupa que ela ganhou, um body amarelo, ela estava na barriga ainda, e isso me deu uma sensação de imenso espanto, que um dia um bebê iria preencher aquela roupinha. Comecei com coisas simples, como uma camiseta de grávida que dizia, na área da barriga, “geek inside”. Quando ela nasceu, mandei vir um body escrito “newbie” (novato), com um computador desenhado.

Achei interessante. Comprei um vestido de joaninha, que ela usou no aniversário de um ano, e ninguém acreditava que eu é que tinha comprado. Comprei várias roupas pretas, que esta coisa de bebê rosinha é o fim da picada. Ficaram ótimas. E não tem relação nenhuma comigo, por sempre usar preto.

Aí descobri que gostava da brincadeira. Comprei camiseta de caveira, dos Ramones, de dragão, do gato da Alice. Agora que ela está maior, não basta comprar, tem que convencer a usar.

Tem duas ou três peças que ela quer usar sempre que possível, acho que só para me exasperar. Um maiô azul, e não importa a temperatura, ela defende “mas não está frio”, uma camiseta “de titibol” que está tão pequena que fica acima do umbigo, e uma meia calça que nem entra no pé. Todo dia é uma briga pra não usar uma dessas.

Tem outros dias também que eu falo pra ela “Lucia, hey ho!” e ela responde “Leti go!” e vai buscar a camiseta dos Ramones, que já ficou pequena também. Moda para crianças é ainda mais passageira.

Renato Kaufmann, pai de Lucia, é autor dos livros Diário de um Grávido e Como Nascem os Pais (Mescla Editorial)

Pais&Filhos TV