Mais

Engasgamento

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

As crianças descobrem o mundo por meio das mãos e da boca. E a gente fica louco, porque elas pegam tudo o que veem e enfiam goela abaixo. Não à toa, são as maiores vítimas de engasgamento. Por isso, evite deixar objetos pequenos ao alcance da criança. Também siga as indicações de idade dos brinquedos. Muitos são recomendados para crianças acima de 3 anos, já que as peças pequenas podem se desprender e causar acidentes. Durante as refeições, corte os alimentos em pedaços pequenos, desfie as fibras da carne vermelha e faça com que a criança se alimente sentada à mesa. Se ela se engasgou, mas tosse e ainda respira, não tente tirar o objeto da garganta. Não dê tapas nas costas e nem faça pressão na barriga – a tosse espontânea ajudará a limpar as vias aéreas. Se a criança não está respirando, leve-a para o hospital mais próximo. Se o trajeto é longo e ela já apresenta sinais de asfixia, ligue para os bombeiros e peça orientação.

Consultoria: Anna Julia Sapienza, mãe de Breno e Felipe, pediatra do Hospital Infantil Sabará. Tel.: (11) 3155-2800

Anúncio

FECHAR

Pais&Filhos TV