Mais

Beber nem pensar

Parte do álcool ingerido pela mãe vai para o bebê e pode prejudicar seu desenvolvimento

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

O melhor, mesmo, é não consumir nada de álcool enquanto estiver amamentando. O bebê recebe 16% da quantidade de álcool ingerida pela mãe, o que pode prejudicar seu crescimento, desenvolvimento e sistema imunológico. As festas de final de ano estão aí e, se você fizer questão de estar presente nos brindes, pode diminuir a quantidade de álcool no sangue e no leite bebendo água e sucos naturais. Prefira beber depois de dar de mamar ou quando o seu filho resolver tirar uma longa soneca. Se você já está se programando para beber, ordenhe o seu leite e guarde para a próxima mamada. E não esqueça: o álcool só sai totalmente do seu corpo depois de 12 horas.  

Consultoria

Marcus Renatode Carvalho, pai de Clara e Sophie, é médico especialista em amamentação pelo International Board Certified Lactation Consultant.

Anúncio

FECHAR

Pais&Filhos TV