Recém-Nascido

Nono dia

A mãe pode se sentir sobrecarregada ao passar o dia todo sozinha com o bebê enquanto o pais está trabalhando. O clima tenso pode ser captado pelo bebê e aí já viu…  Respirem. Quando o pai chegar do trabalho, pode ser bacana dar banho no recém-nascido. Estudos mostram que, quanto mais vezes na semana o pai banha o bebê, mais forte o vínculo. Mas não adianta tornar esse momento uma obrigação. O bom é que seja prazeroso para ambos. Assim como a mãe pode estar exausta, o pai pode estar frustrado de ter de passar tanto tempo longe.

O vínculo pai-filho começa na gestação e se concretiza na maternidade, com os primeiros cuidados, com o colo paterno “sem leite” também necessário para o recém-nascido. Pesquisas científicas comprovam que recém-pais estão banhados com mais prolactina (mais amor, menos libido) e menos testosterona (menos apetite sexual e menos atitudes agressivas).

Um estudo da National Academy of Science revela que a paternidade reduz significativamente os níveis de testosterona, o principal hormônio masculino. Com o nascimento de um filho os homens tornam-se menos agressivos e mais sensíveis. As mulheres no período puerperal se comportam como verdadeiras “leoas” na proteção de sua cria, impedindo a atuação dos homens. Muitas vezes esta atuação é inconsciente: “ele não sabe pegar o bebê no colo”; “ele não troca a fralda direito”; “ele é desajeitado”… O melhor é segurar a onda e deixar o pai fazer do jeito dele.

Anúncio

FECHAR