Gravidez

Segunda Semana


Mãe

A gravidez de fato só passa a valer a partir da terceira semana. A data provável do parto é obtida partindo-se da data da última menstruação. Soma-se 10 ao dia para o primeiro filho e 7 para os demais, e subtrai-se 3 do mês. O resultado é a data provável. Se a data da última menstruação (1º dia) é 15/02/2012 e é a primeira gestação, então a data provável será 25/11/2012: 15 + 10 = 25 e fevereiro – 3 meses = novembro. Se a data da última menstruação é 26/09/2012 e é a terceira gestação, então a data provável será 03/07/2012: 26 + 7 = 03 e setembro – 3 meses = junho, mas como no dia passou o mês (26 para 3) então subtraem-se apenas 2 meses.A conta para quem fez inseminação começa a partir da segunda semana de gravidez.

Bebê

É comum irmãos mais velhos já captarem algo no ar e perceberem, antes mesmo dos pais, que vem um bebê por aí. Crianças em processo de terapia passam a fazer em seus desenhos traços que representam o irmão que está para chegar. Se você tem um filho mais velho, não se espante caso ele fique mais birrento e queira mais atenção. É a família abrindo espaço para a chegada de mais um membro.

Pai

Se vocês engravidaram naturalmente, provavelmente ainda não sabem que estão grávidos, pois as duas primeiras semanas de gestação são uma convenção matemática, pois é impossível saber o exato dia em que ocorreu a concepção. No entanto, se o casal está tentando engravidar conscientemente, a ideia do filho pode já mexer com as emoções, planos e sonhos.

Anúncio

FECHAR

Gêmeos

No 14º dia considerando-se um clico menstrual de 28 dias, ocorre a ovulação. Pode ser que você tenha liberado mais de um óvulo, mais comum em mulheres acima de 35 anos. Neste caso, há uma chance de ambos serem fecundados nas próximas 24 horas, originando gêmeos não-idênticos. Pode ser que você libere um único óvulo e ele seja fecundado e se divida em dois (em três é raríssimo: 1 em cada 5.000 nascimentos). Ou então, você fez inseminação e implantou mais de um óvulo fertilizado.

Alimentação

Ácido fólico, também chamado de vitamina B9, é fundamental nessa fase, prevenindo problemas no tubo neural, como a espinha bífida. Para garantir o suprimento adequado, o médico vai receitar um suplemento, mas é importante consumir alimentos ricos na substância, como arroz, pão, cereais, massas e grãos integrais, além de lentilha, feijão, vegetais de folhas verde-escuro, mamão- papaia, abacate, laranja e  frango.

Pais&Filhos TV