Criança

1 ano


Este ano

Essa é a fase motora rudimentar, que vai de 1 a 2 anos de idade. “São as primeiras formas de movimentos elementares. Ocorrem do nascimento até os 2 anos e possuem sequência previsível, porém, o momento da mudança depende do meio ambiente”,diz Luiz Carlos Carvalho das Neves, pai de Luciana, pediatria do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo. Seu filho pode ficar de pé dos 10 aos 12 meses, começar a caminhar dos 11 aos 15 meses e a saltar dos 12 aos 18 meses. Você pode querer organizar uma festa de aniversário para comemorar todas as conquistas – suas e dele.

Seu filho

Com 1 ano de vida, muitas crianças já deixaram de mamar no peito, apesar de a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) ser manter a amamentação por 2 anos ou mais, aliada a outros alimentos a partir dos 6 meses. “Porém, caso a mãe ainda tenha leite e deseje continuar amamentando, poderá fazê-lo”, afirma o dr. Luiz Carlos Carvalho das Neves. Quando deixa a barriga, o bebê enxerga somente objetos bem próximos – e meio borrados. Agora, os olhos do seu pequeno já enxergam com mais nitidez e cor. Seu filho pode falar a primeira palavra-frase, “mama”, por exemplo, que  tanto pode querer dizer “mamãe” como “mamãe está no quarto”. Não se preocupe se ele não falar muito mais. Nos próximos meses, ele pode acrescentar de 6 a 7 palavras ao vocabulário, é normal.

Como ajudar

Você pode ajudar, estimulando a capacidade visual dele por meio de pequenos detalhes do cotidiano. A cor do céu, das frutas, das flores… Aos poucos vá falando a ele o nome de cada uma dessas cores e associando a objetos, pessoas e animais. Brinquedos nas cores primárias (azul, vermelho, amarelo) são bacanas. O bebê se concentra melhor quando você usa o nome dele na conversa. Em vez de dizer: “olha a bola pra você”, diga “Alice, olha a bola pra você”. Ao dizer o nome logo no início, você já chama a atenção dele. Nessa etapa, seu bebê tem mesmo é que mexer e aprontar. É brincando que ele vai entender melhor os limites e as consequências de algumas atitudes. Entre na brincadeira: vale montar, desmontar e jogar longe!

Anúncio

FECHAR

Preocupações comuns

Nesta fase, a criança já deve comer a mesma dieta que a família. Aproveite para adotar hábitos mais saudáveis. Cereais, legumes,hortaliças e frutas frescas, de boa procedência, preparados em casa, são os alimentos mais indicados. Nunca force seu filho a comer. Se ele recusar um alimento da primeira vez, tente outras apresentações. Estudos mostram que é necessário oferecer o alimento 10 vezes até ter certeza que seu filho realmente não o aprecia. Se ele já caminha bem, é hora de colocar em uso o primeiro par de sapatos. Mas se ele ainda está ganhando firmeza, mantenha-o descalço. Assim ele aprende a usar os dedos, a sola e o calcanhar com mais eficiência.

Você

O vocabulário está crescendo e as primeiras associações com objetos acontecem nesta fase, na qual a criança também começa a associar as palavras aos objetos. Já já ela vai entender algumas funções também. Pode ser difícil para alguns pais, mas relaxe e seja criança com ele! Brinque,explique, faça mímicas, contribua para que seu filho entenda o que vê. “Nesta fase, a criança depende fundamentalmente da mãe e dos cuidadores, porém, essa dependência deve ser gradualmente diminuída. O brincar é peça fundamental para estimular o desenvolvimento intelectual dela. O adulto deve interagir, pronunciando corretamente as palavras”, explica Luiz Carlos Carvalho das Neves, pai de Luciana, pediatria do Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo.