Criança

7 anos


Este ano

Ele já domina o corpo, tem equilíbrio e demonstra muita habilidade motora. Provavelmente já sabe ler e escrever, ainda que cometa erros, normal (segure a sua onda para não atrapalhar). Já sabe se vestir sozinho, abotoar a camisa, amarrar os sapatos. Aos poucos, vai ganhando autonomia, acorda e já veste o uniforme e toma o café da manhã, embora goste que você esteja por perto. Já tem um melhor amigo ou amiga e uma turma mais próxima. Essa é conhecida como a “idade da razão”, por seu filho já compreende conceitos como certo e errado, bem e mal.

Seu filho

Às vezes ele parece estar num outro planeta, mas, na verdade, está explorando seu mundo interno. Já reflete mais e é mais prudente na hora de agir, preocupando-se em agradar. Gosta de ser elogiado, embora muitas vezes não demonstre (quem não gosta?). Pode ser muito auto-exigente, o que nem sempre é fácil. Na escola, já consegue se concentrar e tem sede por aprender e agradar ao professor. Já fica preocupado se percebe que pode chegar atrasado ou deixar de levar algo que a professora pediu. É uma fase de ajuste pessoal e social, o que nem sempre é fácil. O pai tem um papel importante nessa fase. Fique juntinho de seu filho, ajude-o nas tarefas, leve-o para ver a reprise de Guerra nas Estrelas.

Como ajudar

Estimule seu filho a escrever, de maneira gostosa, quase como uma brincadeira. Ele pode escrever cartas para os tios ou avós (vai adorar ir ao Correio, uma verdadeira aventura), fazer seu próprio livro (pode ser com sulfite dobrado mesmo), fazer listas do que quer ganhar de aniversário. Nada de forçar a barra. Ele já tem muitos desafios pela frente, visto que acaba de ingressar numa etapa escolar mais exigente, com tarefas e, dentro em breve, avaliações. Ajude-o a se organizar, leve-o a museus e passeios relacionados com o que está aprendendo na escola.

Anúncio

FECHAR

Você

Sim, seu filho está crescidinho, mas continua sendo seu filho, não babá do irmão mais novo. Ele está pronto para começar a assumir pequenas responsabilidades, mas vai continuar querendo colo e atenção, claro (e vai querer a vida inteira). Ele pode ficar confuso por ser considerado muito grande para ter certos comportamentos, muito pequeno para poder fazer certas coisas, talvez porque você também esteja um tanto surpreso por ter uma criança que já se distrai sozinha lendo aquele gibi e escrevendo suas histórias. É verdade, ele está cada vez mais autônomo, e isso é ótimo. Mas ainda precisa muito de você.

Você

Ele pode parecer um pouco distante, às vezes um pouco difícil, fica bravo se não acerta a resposta da tarefa, fica tenso se o a cartolina do trabalho não é da cor correta. Pode parecer que ele não quer você por perto, mas quer, sim. Ele exige muito de si mesmo e não quer decepcionar os pais ou os professores, com quem tem uma relação de admiração e de quem quer aprovação. Não seja duro demais com ele, seu filho já está fazendo isso consigo próprio. Incentive-o, acolha-o, mostre que você confia na capacidade dele.