Gravidez

Teste do pezinho

No dia nacional do exame, descubra quais doenças podem ser diagnosticadas

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Aquele teste que seu bebê faz logo após nascer pode detectar doenças graves

Para conscientizar as mães e pais do país, o Brasil escolheu o dia 6 de junho para comemorar o Dia Nacional do Teste do Pezinho.

Anúncio

FECHAR

Obrigatório em todas as maternidades públicas e privadas, o teste deve ser realizado de 2 a 7 dias após o nascimento, desde que ele já esteja recebendo a dieta do leite. São utilizadas gotas de sangue do calcanhar do bebê – daí o nome de teste do pezinho.

Exames de ponta: descobrimos o que existe de mais novo em matéria de testes

A coleta do sangue do bebê é feita por profissionais treinados em todo o Estado. O exame é de triagem, ou seja: caso os resultados sejam alterados, outros exames confirmatórios deverão ser feitos.

O teste do pezinho identifica, principalmente, quatro doenças: Fenilcetonúria, Hipotiroidismo Congênito ou TSH, Hemoblobinopatias e Fibrose Cística.

Você conhece o exame da orelhinha?

Além do teste básico, algumas maternidades particulares fazem testes ampliados, que investiga doenças como Aminoacidopatias, Hiperplasia Congênita da Suprarrenal ou 17-OH Progestoreona, Galactosemia,Biotinidase e Toxoplasmose Congênita.

Pais&Filhos TV