Gravidez

Parto humanizado também pode acontecer no hospital

Cláudio Basbaum alerta para os riscos de se ter um filho em casa

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

03/10/2012

Hoje em dia, muito se fala do parto humanizado realizado em casa. O ginecologista e obstetra Claudio Basbaum, que defende o parto humanizado, alerta para os possíveis imprevistos que podem surgir e transformar o que era para ser algo íntimo e aconchegante em um quadro de emergência. O obstetra diz já ter assistido trabalhos de parto que colocaram em risco a vida da mãe e do bebê, mas tudo foi resolvido por conta da agilidade no atendimento e dos recursos encontrados no hospital.

Fatores como o trânsito, distância entre a residência e o hospital, disponibilidade na UTI e plano de saúde podem agravar mais as chances da paciente ser socorrida sem a urgência necessária. Cláudio defende que técnicas menos agressivas no momento do parto e acredita que é possível realizar um parto humanizado e com segurança em no hospital.  

Anúncio

FECHAR

Os benefícios do parto humanizado são muitos para a mãe e para o bebê, principalmente porque as crianças que nascem desta forma são recebidas com afeto e ficam aconchegadas no seio materno. Assim, os bebês aprendem a respirar e podem mamar logo em seguida. Segundo o médico, no hospital, o estimulo à amamentação é um procedimento comum e o leite materno nos primeiros instantes de vida é importante.

Consultoria: Cláudio Basbaum é ginecologista e obstetra.

Pais&Filhos TV