Gravidez

Monitoramento do futuro

Projeto pretende criar tatuagem que monitora a gestação em tempo integral

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Já pensou em ficar em casa, enquanto seu médico recebe todas as informações atualizadas da sua gestação? Isso será possível num futuro muito próximo, já que um projeto de pesquisa para desenvolver uma tatuagem que monitora a gestação foi aprovado pela Fundação Bill & Melinda Gates, do criador do Windows.

A novidade foi anunciada pela Universidade de San Diego, na Califórnia. Os professores Todd Coleman e John Rogers comandam o projeto, chamado de Epidermal Electronics for Continuous Pregnancy Monitoring (eletrônicos epidérmicos para monitoramento contínuo da gestação, em tradução livre).

Esta nova “tatuagem” eletrônica do projeto aprovado pela fundação é flexível e deverá monitorar as contrações uterinas, o coração e as taxas de oxigênio do feto, e os batimentos cardíacos e a temperatura do corpo da mãe.

Anúncio

FECHAR

Rogers já havia desenvolvido a chamada “pele eletrônica”, criada para coletar dados de pacientes e atuar no corpo humano, como estimular a musculatura de pessoas que estão deitadas há muito tempo.

Este pequeno dispositivo flexível se parece como um adesivo na pele da futura mãe, cheio de sensores, circuitos e transmissores sem fio. Na primeira fase do projeto, os especialistas irão analisar os resultados da “tatuagem” para determinar se ela funciona melhor do que a atual tecnologia clínica disponível.

Pais&Filhos TV