Gravidez

Saiba o que levar em consideração na hora de montar o enxoval do bebê

Dicas são de baby planner, profissão que está se espalhando no Brasil

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

Baby planner pode ajudar mães a fazer enxoval (Foto: Shutterstock)

Baby planner pode ajudar mães a fazer enxoval (Foto: Shutterstock)

Fazer um enxoval pode gerar dúvidas em muitos pais. Além de saber o que levar para a maternidade, quem está planejando a chegada de uma criança fica com medo de esquecer algum item. A lista é longa, pois é preciso levar objetos e roupas para o bebê e para a mãe. Veja dicas de uma lista completa

Leia também

Calcule seu parto

Anúncio

FECHAR

Calcule fraldas

3 lições para ensinar antes da escola

Conversamos com Karina Masijah Vainzof, a baby planner,  uma consultora de maternidade, para saber um pouco mais sobre como uma mulher deve montar seu enxoval. Segundo Karina, uma mãe que está esperando apenas um filho deve ter, pelo menos, 15 bodies curtos e 14 culotes, que são as calças. Mas é preciso levar em conta a região onde a família mora. “Se a mãe mora no Sul ou Sudeste [do Brasil] deve comprar, além dos bodies, 12 macacões, porque é uma região mais fria”, disse a baby planner. Ela também recomenda que se leve em conta a estação do ano em que o bebê nascerá, devido às questões climáticas.

Veja 13 capas de chuva infantis cheias de estilo

Veja trailers dos filmes que inspiraram matéria de capa da nossa revista

Consumir ômega 3 na gravidez ajuda no desenvolvimento do bebê

“O enxoval sempre deve ser montado levando em consideração a renda e o estilo da família. Por exemplo, tem que ver se ela quer um carrinho de bebê maior ou um mais leve”, afirmou Karina, explicando que esses itens variam de acordo com os hábitos da família.

O nosso anuário, que está nas bancas, apresenta mais de 1000 produtos para a montagem do enxoval completo divididos por categorias.

Baby Planner

Karina é uma baby planner certificada pela Internacional Academy of Baby Planner Professionals e pelo International Maternity & Parenting Institute, ambos nos Estados Unidos, onde a profissão é mais comum. Naquele país, existem diferentes cursos para formar essas consultoras de maternidade.

Mas a Karina não ajuda a família só a montar o enxoval. Se o cliente for de São Paulo, a baby planner também vai a casa da pessoa dar consultoria em segurança, avisando os pais sobre o que é seguro ou não para uma criança no ambiente doméstico.

Bebê amarelado: Conheça a icterícia neonatal e saiba qual é o tratamento

Australiana usa Facebook para mostrar o lado B da maternidade

Mãe indica: cinco passeios para fazer com as crianças em Fortaleza

Karina também ensina os pais a fazer shantala nos seus bebês. A massagem indiana ajuda as crianças a dormir melhor e alivia cólicas.  Os serviços são todos interessantes, mas e o preço? A cobrança é feita por serviço. Por exemplo, se Karina fizer apenas uma reunião para fazer a lista do enxoval, sai por R$ 400. Se a família comprar o pacote todo oferecido pela baby planner (lista de enxoval, consultoria em segurança e shantala), pagará cerca de R$ 2 mil.

Porém há a opção de você ter uma baby planner virtual: o aplicativo The Mammys – Lista de Enxoval. O app, criado pela própria Karina, ajuda pais a montar uma lista de enxoval personalizada.

Baixar o aplicativo é gratuito e, depois de tê-lo no celular, o usuário responde a um questionário sobre estilo de vida, hábitos e informações sobre o bebê. Com base nessas respostas, o Mammys identifica o perfil da família, faz uma análise com mais de 200 itens e apresenta a lista ideal com produtos e dicas de lojas.

O app está disponível para iOS e Android, mas você precisa pagar US$ 1,99 para ter acesso à lista de enxoval que o aplicativo montou. Segundo Karina, o Mammys – Lista de Enxoval é inédito no Brasil.