Gravidez

Grávida, eu?

Está na dúvida se engravidou ou não? Confira os 13 sinais que indicam a chegada de um bebê

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Seu corpo dá sinais de que está se preparando para abrigar um bebê desde a concepção, quando os hormônios começam a se modificar. Mas alguns dos sintomas também podem indicar que seu ciclo menstrual está chegando ao fim.

E agora, como saber se o que você está sentindo é uma gravidez ou apenas uma tensão pré-menstrual acentuada? Para acabar com qualquer dúvida, separamos 13 sinais que seu corpo dá para mostrar que você está grávida, segundo o site da Parents. Confira!

Anúncio

FECHAR

Questão de peito

O incômodo nos seios é uma reclamação muito comum das mulheres que engravidam. Isso porque o tecido mamário é muito sensível a variações hormonais. Quando a progesterona e o hCG entram na corrente sanguínea, logo após a fecundação, eles aumentam o volume de sangue, o que faz com que os seios fiquem inchados e mais pesados do que o normal.

Cólicas

Elas podem ser comuns antes do período menstrual, mas também podem indicar que o óvulo fecundado está “grudando” na parede do seu útero. As cólicas podem indicar que o órgão já está se preparando para crescer ao longo dos próximos nove meses.

Pequenos sangramentos

Sangramentos são sinais de que você não engravidou, certo? Errado. Segundo Melissa Goist, obstetra e ginecologista da Universidade de Ohio diz que 25% das mulheres terá algum tipo de sangramento durante a implantação do óvulo fecundado no útero. Se você notar que sua “menstruação” está diferente, ou durando menos, pode ser um sinal de que está na hora de você procurar um teste de gravidez.

Fadiga

Você pode estar cansada, mas só pensar no próximo cochilo, ou não conseguir fazer as tarefas diárias mais simples, pode indicar que seu corpo está se adaptando ao novo “habitante”. Mesmo apenas duas semanas após a concepção, o feto começa a usar suas calorias, o que pode acabar com a sua energia em pouco tempo.

Colorido

A produção de hormônios durante a gravidez também pode afetar a coloração dos mamilos, já que interferem nos melanócitos, células dos seios responsáveis pela cor dos mamilos.

Náusea

Mesmo que os enjôos matinais ainda não tenham chegado para você, algumas mulheres sentem náuseas desde o começo da gestação, em situações como andar de carro ou avião.

[!page]

Inchada

Altos níveis de progesterona podem fazer com que o seu sistema digestivo trabalhe mais devagar e deixe sua barriga inchada. O sintoma também aparece durante a TPM, mas costuma sumir depois que a mulher menstrua. Se o inchaço persistir, e a menstruação não vier, investigue.

Corra para o banheiro

Se você está levantando mais vezes para ir ao banheiro, pode ser um sinal de que seus rins já estão trabalhando para expelir os fluidos com mais eficiência. No final da gestação, as idas ao banheiro tendem a aumentar pela pressão que o útero faz na bexiga.

Mais carboidratos

O seu corpo pode pedir mais alimentos ricos em carboidratos, já que era é uma maneira rápida e eficiente de conseguir energia. Mesmo que você não esteja com fome, repare se seu corpo pede por massas e pães.

Dor de cabeça

As dores de cabeça são comuns no começo da gestação. Entre os motivos do incômodo estão o aumento do volume de sangue e a adaptação que o corpo terá que sofrer para se acostumar com seus novos níveis hormonais.

Constipação

Os mesmos hormônios responsáveis pelo inchaço também têm participação na dificuldade ir ao banheiro. Como seu sistema digestivo está mais lendo, a comida pode não passar assim tão rápido pelo intestino. Este sintoma irá piorar ao longo da gestação.

Mudanças de humor

Com o aumento do hormônio hCG, a fadiga aumenta e as mudanças de humor também. Além disso, você poderá sentir dores nos seios, constipação e cólicas, motivos suficientes para acabar com o bom humor de qualquer pessoa.

Quente

Medir sua temperatura corporal pela manhã pode indicar se você está grávida ou não. Entre a ovulação e o período menstrual, as mulheres ficam cerca de meio grau mais quentes, sintoma que desaparece quando ela menstrua. Se sua temperatura corporal se manteve ligeiramente mais alta por mais de duas semanas, pode ser um sinal de que vem um bebê por aí.