Gravidez

Contra a gripe

Amanhã é o último dia da campanha de vacinação para gestantes e bebês

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Campanha de vacinação contra a gripe prioriza gestantes. A imunização da gestante protege também o bebê até os seis meses de idade

Por Samantha Melo, filha de Sandra e Tião

Anúncio

FECHAR

Este ano, as gestantes têm prioridade na campanha de vacinação da gripe. O Ministério da Saúde incentiva que todas as grávidas sejam imunizadas contra a gripe comum ou sazonal e o vírus H1N1 (da gripe suína) em uma única dose, até o dia 13 de maio.

Além de proteger a própria gestante, essa medida também garante a imunidade do bebê, já que a vacina confere de forma indireta imunidade ao recém-nascido durante os seis primeiros meses de vida.

De acordo com a infectologista Rosana Richtmann, mãe de Renata e Caio, a vacina é importante para as futuras mães, pois o vírus da gripe costuma ter uma evolução mais grave nelas. “Durante a pandemia de 2009, foi constatado um maior número de mortes neste grupo”, diz.

E aquele receio de ficar gripada exatamente por causa da vacina? De acordo com Rosana, as grávidas podem tomar a vacina tranquilamente, já que ela é preparada a partir de vírus inativo e não desencadeia efeitos colaterais ou qualquer outra complicação grave.

A vacina contra a gripe também é recomendada para bebês e crianças a partir do sexto mês de vida até os 2 anos. Além disso, idosos, indígenas e trabalhadores dos serviços de saúde que atuam no atendimento de pacientes e na investigação de casos de infecções respiratórias também fazem parte do grupo a ser imunizado. As vacinas estão disponíveis nos postos de saúde gratuitamente até o dia 13 deste mês.

Outras vacinas para a gestante

Além da vacina de gripe, as grávidas também precisam tomar uma dose de reforço da vacina contra tétano entre o quinto e sétimo mês da gestação.

Após dar à luz, a mulher deve tomar a vacina Tríplice, que previne contra tétano, difteria e coqueluche.

Para consultar o posto de vacinação mais perto de você, acesse: www.sistema.saude.sp.gov.br/consulta_cnes

Consultoria: Rosana Richtmann, mãe de Renata e Caio, é infectologista e presidente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital e Maternidade Santa Joana (www.hmsj.com.br).
 

Pais&Filhos TV