Bebês

Catapora na primavera: saiba como escapar

Crianças menores de 1 ano estão entre o grupo de risco de pessoas que podem ter algumas complicações. Nós te ajudamos a prevenir!

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

Catapora na primavera

O surto da catapora, não se sabe muito bem porque, acontece normalmente durante a primavera. O número de pessoas contaminadas aumenta principalmente entre as crianças de até 10 anos. A doença infectocontagiosa é causada pelo vírus varicela-zoster e já existe vacina para evitá-la, mesmo assim os casos da doença subiram 29% do ano passado para esse ano, sendo que 106 pessoas já foram infectadas.

Os sintomas você já conhece: pequenas bolhas e erupções vermelhas na pele, coceira que não para e febre alta. “Os adultos, na maioria das vezes, já contraíram a doença ou foram vacinados quando pequenos. Por isso as crianças poderiam ser consideradas o grupo de risco. Em populações onde a incidência da doença é muito baixa, a maioria dos casos pode se concentrar em jovens adultos”, explica o Dr. Ricardo Cunha, pai de Renata e Marina e médico sanitarista responsável pelo setor de vacinas do Delboni Medicina Diagnóstica.

Anúncio

FECHAR

De acordo com o especialista, todas as crianças devem ser vacinadas a partir dos 12 meses de idade e a segunda dose da vacina deve ser aplicada três meses depois da primeira dose. Se seu filho já teve catapora, ele está protegido pela vida toda. Mas se ele não teve, atenção: a doença pode causar uma série de complicações sérias, como infecções e lesões que podem levar à internação.

Crianças menores de 1 ano fazem parte do grupo de risco das complicações da catapora, assim como as grávidas. “No caso das gestantes, há um pequeno risco de ocorrerem anomalias na criança durante a gravidez, caso a mãe contraia a doença. A catapora pode também ser transmitida para o recém-nascido pela mãe, se ela for infectada em até 5 dias antes do parto ou dois dias depois de dar à luz, sendo de alto risco para ambos”, esclarece Dr. Ricardo.

O especialista garante: a melhor forma de prevenção é tomar a vacina! Por isso, não se esqueça de manter a carteirinha de vacinação do seu filho em dia.