Gravidez

Café, só em casa

Especialistas recomendam que gestantes não bebam café prontos

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

É cada dia mais comum ter cafeterias espalhadas pela cidade, mas as gestantes devem evitar o cafezinho nestes locais. Especialistas analisaram a bebida em 20 estabelecimentos e descobriram que a variação de cafeína pode ser perigosa.

Em alguns tipos mais fortes da bebida, a concentração da cafeína chegou a ser 50% maior do que o indicado para o consumo de uma gestante durante o dia. Outras pesquisas já apontavam que as mulheres que consumiam bebidas com altos níveis de cafeína tinham mais dificuldade para engravidar, segundo o site Daily Mail.

Nas mulheres que já estão grávidas, há o risco de o bebê nascer com má formação, abortos e parto prematuro, caso a mulher ultrapasse o limite de 200 mg de cafeína por dia – a quantia está presente em quatro xícaras de café forte.

Anúncio

FECHAR

Dos 20 estabelecimentos analisados, quatro tinham mais de 200 mg de cafeína em apenas uma xícara,com algumas registrando até 300 mg. Todas as cafeterias ficam localizadas na cidade de Glasgow, na Inglaterra.

Os especialistas afirmam que a cafeína atravessa a placenta e chega até o feto, fazendo com que o fígado do pequeno trabalhe para quebrar a cafeína, com possíveis conseqüências no futuro.
 

Pais&Filhos TV