Gravidez

Aborto de repetição: Você sabe o que é?

Algumas gestações, principalmente aquelas que ocorrem tardiamente, estão suscetíveis a isso. Saiba como agir nesses casos

Carolina Piscina

Carolina Piscina ,filha de Ana Maria e Osvaldo

abortos de repetição

Para algumas mulheres, o medo do aborto é maior do que a demora para engravidar, principalmente se elas passaram pela situação do que os médicos chamam de abortos de repetição, casos em que ocorreram três abortos seguidos.

Esse é um assunto muito sério e delicado, já que gera grande frustração para o casal, que está ansioso e cria expectativas para a chegada do bebê. De acordo com Dr. Fabio Cabar, médico especialista em Reprodução Humana, esse tipo de aborto pode acontecer por várias causas, mas ocorrem principalmente em situações de maternidade tardia, após os 40 anos de idade, quando os casos chegam a 50%.

Anúncio

FECHAR

Além disso, há alguns hábitos que podem interferir na chance do aborto, como o uso de álcool ou cafeína em excesso, cigarro, drogas e IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 30 ou abaixo de 18,5. Entretanto, na metade dos casos o motivo preciso não é identificado. Ainda assim, a mulher que teve abortos de repetição não precisa abandonar o sonho de ter um filho. Mesmo que ela já tenha abortado 3 vezes consecutivas, a chance de ter uma gestação tranquila chega a 70%.

“Existem casais que já perderam várias gestações e, ao procurarem um médico especialista, conseguem realizar o sonho de gerar um bebê. Até mesmo o fator psicológico, que muitas vezes pode prejudicar uma gestação, pode ser tratado”, conclui o especialista. Por isso, se você já passou por isso, procure seu médico e saiba o que pode ser feito para evitar o aborto em uma próxima gestação.

 

Consultoria: Dr. Fabio Cabar, médico especialista em Reprodução Humana, Doutor em Obstetrícia e Ginecologia pela Universidade de São Paulo.