Criança

No próximo ano, pediatras receitarão livros a seus pacientes!

A campanha Receite um Livro tem como objetivo promover o estímulo à leitura para crianças desde o período gestacional até os seis anos de idade. Entenda a importância dessa ação

Carolina Piscina

Carolina Piscina ,filha de Ana Maria e Osvaldo

receite-um-livro

Ler em voz alta para o seu filho todos os dias traz mais benefícios do que você pode imaginar. Durante a primeira infância (gestação aos seis anos de idade) são formadas 90% das conexões cerebrais. A leitura nessa fase resulta diretamente em melhoria da qualidade de vida e da capacidade de aprendizado, com reflexos positivos até a idade adulta.

Pensando nisso, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), a Fundação Itaú Social e a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, se juntaram em uma parceria inédita e lançaram a campanha Receite Um Livro, que tem Ziraldo como padrinho, durante o 37º Congresso Brasileiro de Pediatria. A proposta é que os pediatras orientem, durante a consulta, os pais a lerem em voz alta para seus filhos.

Anúncio

FECHAR

A campanha, que foi lançada no começo do mês 37º Congresso Brasileiro de Pediatria, tem abrangência nacional e irá durar um ano. Esta proposta conta com aproximadamente 22 mil médicos pediatras, que estão sendo orientados a encorajarem o hábito de ler em família. Além dos benefícios para o desenvolvimento cerebral, esta prática ajuda na criação e fortalecimento do vínculo da criança com seus pais desde o início da vida.

“Essa relação é a fonte de segurança, autoestima e apego que se precisa para compor o alicerce de sua existência, sobre o qual poderá construir conhecimento e autonomia no decorrer dos anos. A criança que recebe atenção e estímulos de seus cuidadores se sente apta a pôr em marcha sua curiosidade de desbravar e experimentar o mundo”, afirma Eduardo da Silva Vaz, presidente da SBP. Por isso, quando seu filho te pedir para contar aquela história que ele adora pela décima vez, não hesite: é uma forma de aprendizado sem fim!