Família

Dia dos Pais na escola… e quando o pai não é presente?

Nessa época de festa nos colégios, vale discutir se esse é o formato que melhor cuida das famílias

Elisa Marconi

Elisa Marconi ,mãe de Luiza e Daniel

(Foto: Arquivo pessoal)

(Foto: Arquivo pessoal)

O Dia dos Pais vem chegando e as escolas mais tradicionais começam a preparar a festa para homenagear os heróis da família. Opa! Breca! Mas como faz quando a criança não tem um pai presente, ou não pode comparecer à festinha? Pensando nisso, Camila Rolo, do blog @maeindependente, postou o seguinte texto: “Dia dos pais chegando… Como lidar com essa data quando o pai não é presente? Na escola da Lavinia, terá festa e presente. Eu como ainda não sei lidar muito bem com isso, já que é o primeiro ano escolar que passo por isso, achei melhor não deixá-la de fora dos preparativos pois faz parte das atividades escolares e não quero que ela se exclua ou se sente excluída. Confesso que não é fácil, mas to fazendo o meu melhor. Pedi para a professora fazer tudo sem focar em nomes, tipo “pai te amo” e generalizar com um “feliz dia dos pais”. Quanto a festinha, convidei o vovô que amou e certamente se emocionará. E você amiga, como lida com essa data?”

Desde que ela publicou, já foram mais de 280 curtidas e mais de 20 comentários. Entre os nossos blogueiros parceiros, o assunto também esquentou e as opiniões foram variadas. A Diandra Ritton, do @minhamaeficouloka, contou que na escola do filho dela não se comemora dia dos pais, mas as crianças fazem lembrancinhas que remetem ao masculino. Camila foi mais radical e mandou a letra: “Sinceramente acho que todas as escolas deveriam ter o dia da família e não de mães e pais. Muitas famílias hoje em dia são constituídas de diversas formas que fogem do “tradicional””. Juliana Fonseca, do Super Mãe Ativar, rebateu explicando que mesmo escolas mais tradicionais, como a das filhas dela, já estão começando a rever essas festas e não vão comemorar o dia dos pais. Exatamente o mesmo que rola na escola do filho da Magda Figueiredo, do Mãe Atual. Por lá, hoje, é dia do amigo e pode ir qualquer pessoa que faça a função de pai “Até mãe que é pai e mãe pode ir”.

Seja como Dia da Família ou Dia do Amigo, o que todo mundo concorda que não pode acontecer de jeito nenhum é a criança ficar desamparada, sem o adulto para ser homenageado. Muita crueldade. As escolas precisam olhar para isso e acolher a família, seja a família que for. Ou, nas palavras da Camila Rolo: “Acho que as escolas deviam repensar muito sobre isso. Muitas ainda são resistentes a mudanças, cabe a nós então mudar e escolher uma escola que pensa no geral”.

Anúncio

FECHAR
pai-que-e-mae

(Foto: Instagram)

Leia Mais:

EUA criará lei que obriga carro ter alarme para não esquecer a criança no carro

Pai, você também pode participar da amamentação! Saiba como

Dia dos Pais: presentes para curtir com os filhos

 

Pais&Filhos TV