Família

Cada vez menos as mulheres ficam em casa

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

17/12/2012

Últimos dados do censo do Reino Unido mostram que as donas de casa estão se tornando cada vez mais raras. Em comparação com os últimos 20 anos, o número de mulheres que cuidam exclusivamente dos filhos e da casa caiu 17%. A sociedade tem incentivado que a mulher cresça no mercado de trabalho e também que aumente a renda do lar. Mas essa mudança tem deixado alguns especialistas preocupados com o bem-estar das mães que preferem ficar em casa com os filhos e também sobre o impacto que o grande número de crianças nas creches por muito tempo pode causar.

A pesquisa mostra que entre 10 mães menos de uma fica em casa para cuidar dos filhos. O censo também mostra que existem 538 mil mulheres que têm empregos além das estimativas oficiais. Patriciai Morgan é pesquisadora especializada em família e disse ao Portal Daily Mail: “Há uma suposição de que todas as mães estão desesparedas para trabalhar. Mas seria melhor estar em casa cuidando dos filhos e só voltar para o mercado de trabalho quando as crianças estiverem mais velhas”.

Anúncio

FECHAR

Cerca de 13 milhões de mulheres trabalham ou estão procurando emprego na Inglaterra e no País de Gales, enquanto o número de homens na mesma situação é cerca de 14.6 milhões. Diferença pequena, levando em conta que a sociedade cobra que os homens sejam economicamente ativos. Outro dado importante é que o número de mulheres ocupando cargos de diretoria aumentou 240 mil nos últimos cinco anos. Enquanto o aumento de mulheres diretoras foi de 24%, o de homens foi de 15%.

Pais&Filhos TV