Família

Avó materna tem mais influência sobre os netos do que paterna

Não há nada comprovado, é apenas uma teoria! Você concorda com ela?

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

amor-de-vo-materna

(Foto: Shutterstock)

Você conhece uma família em que o filho não se parece nem com a mãe e nem com o pai? Aí, analisando todos os membros da família, descobrimos que a criança é parecida justamente com os avós! A chance disso acontecer é maior ainda quando comparamos as características da avó materna com as características da criança.

Calma, a gente não quer criar confusão na família! É apenas o que diz a teoria ensaísta do chileno Alejandro Jodorowsky. Segundo ele, a avó materna é a pessoa que transfere a maior quantidade de genes dentre todos os familiares. Pode até ser que a aparência não ajude a comprovar a teoria de Jodorowsky, mas os pequenos detalhes, como gestos, tics, timbres de voz, formato de ossos também devem ser considerados…  A gente te explica melhor o porquê disso!

Antes de nascer, uma menina já tem todos os ovócitos formados ainda na barriga da mãe. São esses ovócitos que vão ser os responsáveis por produzir os óvulos ao longo da vida adulta da mulher. E eles possuem uma alta carga genética da mãe da menina e, por consequência, da avó!

Anúncio

FECHAR

É mais fácil de entender no caso das netas meninas, mas também acontece com os netos, que herdam temperamentos e vivências emocionais da avó materna. Se a avó passou por uma situação difícil durante a gestação, como uma depressão, isso pode ter consequências nos filhos da filha dela.

Vale lembrar que é uma teoria. Estudos recentes defendem que o homem tem maior influência na transmissão de genes, principalmente quando são doenças hereditárias, como diabetes, obesidade e esquizofrenia.

Leia também: 

Avós também precisam de limites

Por que os avós são tão importantes?

Como lidar com a interferência dos avós na criação do seu filho? Saiba

Pais&Filhos TV