Família

Alô?

Voz de mãe ao telefone conforta como um abraço, diz pesquisa

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Cientistas submeteram 60 meninas de 7 a 12 anos a situações de estresse e depois monitoraram como elas reagiam diante de ligação da mãe, um toque carinhoso e um filme

Se seu filho cai no choro quando você tem de sair pro trabalho, uma simples ligação telefônica pode ajudar a deixá-lo mais calmo. Um estudo de pesquisadores americanos sugeriu que ouvir a voz da mãe ao telefone conforta tanto quanto receber um abraço.

Anúncio

FECHAR

A pesquisa foi feita com 60 meninas entre sete e 12 anos de idade, que foram colocadas em situações de estresse: elas tiveram de falar e resolver questões de aritmética em público inesperadamente, o que acelerou os seus batimentos cardíacos e elevou os níveis de cortisol, o chamado hormônio do estresse.

Depois, elas foram divididas em três grupos: o primeiro recebeu uma ligação telefônica da mãe; o segundo, um toque carinhoso, como um abraço; e o terceiro assistiu ao filme -A Marcha dos Pinguins-, considerado pelos pesquisadores emocionalmente neutro. Segundo monitoramento dos cientistas, os dois primeiros grupos revelaram um aumento idêntico no nível de oxitocina, uma espécie de “sedativo natural” associado à empatia e capaz de aliviar os efeitos do cortisol. Já no terceiro grupo, não houve aumento no nível desse hormônio.

“Assumia-se que a liberação de oxitocina em um contexto social requeria contato físico”, disse a coordenadora do estudo, Leslie Seltzer, da Universidade de Wisconsin-Madison, em um artigo publicado na revista científica “Proceedings of the Royal Society B”. “Mas esses resultados deixam claro que a voz de uma mãe pode ter o mesmo efeito de um abraço, ainda que elas não estejam fisicamente presentes.”

Pais&Filhos TV