Família

8 coisas que seu filho não pode perder no Kidzania

Entre as 52 atividades do parque, fica difícil escolher o que fazer. A gente selecionou as mais bacanas – comece por elas!

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Fomos conhecer o novo parque de São Paulo, Kidzania, uma cidade em miniatura onde as crianças trabalham, ganham dinheiro (e gastam também), experimentam profissões e brincadeiras.

Assim que chegam, as crianças ganham um cheque que deve ser descontado no banco (sim, como na vida real). Com o dinheiro em mãos, podem escolher as atividades que querem fazer. Na frente de cada uma, há um papel informativo, com o tempo de duração, a quantidade de crianças que pode participar e o ganho ou gasto. Para algumas atividades, como as aulas da universidade ou a oficina de pintura, as crianças precisam pagar com seu dinheiro de mentirinha para poder participar. Para outras, em geral as profissões, como bombeiro e médico, elas ganham para participar.

E aí está uma coisa bem legal: aprender a fazer escolhas e administrar seu dinheiro da melhor forma possível. Não é possível comprar mais. Ou seja, se acabou, é preciso trabalhar. E, no fim, se sobrar, a criança recebe um cartão para usar da próxima vez que for ao parque.

Anúncio

FECHAR

Algumas atividades ainda não estão funcionando, como a fábrica de balas e de ketchup, mas mesmo assim existem 52 opções para as crianças curtirem lá dentro. Como o tempo não é suficiente para tudo (são dois turnos – das 9h às 14h e das 15h às 20h – e não é possível passar o dia todo), é preciso escolher. A gente te indica as 8 atividades mais bacanas que seu filho não pode perder:

1)      Bombeiro: é a brincadeira mais top do parque. Algumas vezes por dia, o Hotel pega fogo (tudo de mentirinha, claro) e o carro dos bombeiros atravessa a cidade com as crianças dentro, devidamente trajadas, com capacete e tudo, para apagá-lo. A área em volta do acidente fica cercada por uma fita para ninguém chegar perto. E as crianças levam tão a sério que ai de quem ultrapassá-la!

2)      Polícia investigativa: lembra as velhas brincadeiras de detetive, em que as crianças seguem as pistas até chegar às respostas. Tem aquele tom de mistério que elas amam!

3)      Médico. Aqui, são duas modalidades: primeiro, os médicos que atendem emergências, o que é muito bacana, porque também rola um escândalo como o dos bombeiros. A ambulância sai pela cidade de sirene ligada, com as crianças dentro, até chegar ao acidentado (geralmente um funcionário do parque que entra na brincadeira). A vítima vai de maca e ambulância até o pronto-socorro e lá recebe o atendimento dos pequenos. A outra modalidade de médico é dos cirurgiões: grandes bonecos ficam dispostos na sala enquanto as crianças aprendem sobre seus órgãos e simulam um transplante. Tem quem saia de lá querendo ser médico e quem saia com a certeza de que não quer.

4)      Carta de motorista: a brincadeira começa com um simulador de carro – como se fosse um videogame gigante. Depois, hora de entrar num carrinho elétrico e colocar em prática o que aprendeu, com direito a parar no posto de gasolina para abastecer!

5)      Jornalista: esse é pra puxar sardinha pro nosso lado, mas é demais mesmo! As crianças vestem seu colete de imprensa e lá vão acompanhar o que acontece na cidade para reportar no jornal. Elas fotografam, escrevem a chamada e o texto, colocam na página e por último veem o resultado impresso!

6)      Fábrica de chocolate: porque todo mundo já sonhou em visitar uma fábrica de verdade. Aqui, é uma versão bem reduzida e as crianças não participam do processo todo, mas só de sentir aquele cheirinho bom de língua de gato (e poder degustá-las depois) já está valendo a pena! (Vale dizer que a mini-fábrica é da Kopenhagen e que os chocolates são deliciosos).

7)      Carteiro: semana passada, vimos a história de um menino que sonhava ser entregador de correspondências da UPS (uma espécie de Correios dos Estados Unidos). Então achamos muito fofo ver as crianças fazendo suas entregas com direito a assinatura de protocolo.

8)      Enfermeiro: sabe a boa e velha brincadeira de mamãe e filhinha? É mais ou menos o que acontece aqui, só que no ambiente de um berçário de hospital. As crianças cuidam dos bebês, trocam as fraldas… Coisa mais fofa!

Vale lembrar que menores de 4 anos não podem participar das atividades (elas também não pagam ingresso). Para as que forem acompanhar os irmãos mais velhos, há uma sala especial com algumas brincadeiras.

 

Localização: Shopping Eldorado – segundo subsolo

Funcionamento: Todos os dias

Telefone: (11) 3995-4500

Horários: Dois turnos -9h às 14h e 15h às 20h (Atenção, o encerramento de algumas atividades acontece 30 minutos antes do fim de cada turno)

Preços: período da manhã: R$ 100 por criança (de 4 a 14 anos) e R$ 50 por adulto; período da tarde: R$ 120 por criança (de 4 a 14 anos) e R$ 50 por adulto.

Assista também ao vídeo da Pais&Filhos Tv que mostra tudo o que rla dentro da KidZania!