Especiais

“Hoje, é mais difícil ter filhos do que no passado”, Laura Gutman começou com tudo nosso Seminário

"Maternidade: caminho de autoconhecimento" foi o tema abordado pela argentina

Isabela Kalil de Lima

Isabela Kalil de Lima ,Filha de Kátia e Fabio

_dsc0026

(Foto: Tamires)

A primeira palestrante do nosso 3 Seminário Internacional Mãe também é gente foi Laura Gutman. E ela começou arrasando!  A palestra dela tem tudo a ver com com tema do evento desse ano é “Só Cria filho feliz, uma mãe feliz.”  Laura falou sobre como a maternidade pode nos trazer um processo de autoconhecimento.

A psicopedagoga explica que o parto é como se fosse uma ruptura, o atravessar de uma porta. Por isso que muda tanto nossa vida. É também por este motivo que o puerpério é tão difícil pra maioria das mães. Ela explica que o bebê, inconscientemente, quer que a mãe se sinta como ele para se sentir mais segura.

O apoio dos amigos é importante nesse momento, então.”Não estamos preparadas para criar filhos sozinhas. Por isso, é importante que as mulheres se juntem. Temos que ter um homem ao lado que pergunte para que precisa de mim hoje e não conteste nossas decisões, por mais que não concordem”, orienta Laura.

Anúncio

FECHAR

Laura agradou a plateia ao falar sobre as diferenças da criação dos filhos nos tempos de hoje e antigamente. “Hoje em dia, é mais difícil ter filhos do que no passado porque antes nossas mães  e avós eram mais reconhecidas socialmente. Agora, parece que só temos reconhecimento se trabalhamos fora.”

 

Leia também:

8 fotos de família engraçadas (e absolutamente reais)

27 fotos que mostram lindos momentos em família

5 frases que não devemos dizer aos filhos

rodapeS3_V6