Especiais

Pra cama, já!

A hora de dormir nunca foi tão clara! Enquanto seu filho está dormindo como um anjo, muita coisa acontece por dentro

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

hora de dormir-unimed

Os bebês começam dormindo muito porque o cérebro é menor e, conforme ele vai crescendo, o número de horas de sono vai diminuindo (Foto: Shutterstock)

Uma pesquisa realizada em 2015 pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) mostrou que as horas de sono podem explicar por que nós, mamíferos, somos os mais inteligentes entre os animais. Quanto maior o cérebro, menor a sensação de sono.

Essa teoria explica uma das perguntas mais comuns entre nós, pais: por que meu filho recém-nascido dorme tanto? É como se o bebê imitasse os milhares de anos de evolução das espécies: começam dormindo muito porque o cérebro é menor e, conforme ele vai crescendo, o número de horas de sono vai diminuindo.

Mas será que você sabe como funciona o sono do seu filho? Artur Lins de Medeiros, pediatra da Unimed Sul Mineira, pai de Giulia, Túlio e Tiago, nos contou tudo sobre aquela hora fantástica em que seu filho parou de chorar e está parecendo um anjo deitado na cama, sonhando.

Anúncio

FECHAR

Sonho bom 
1. O recém-nascido dorme, em média, 16,5 horas a cada dia, sendo 8 horas durante o dia e 8,5 horas durante a noite. Alguns bebês podem chegar a dormir até 20 horas!

2. Segundo o especialista, a partir da segunda semana até seu filho atingir 1 mês de vida, a média de sono vai cair para aproximadamente 16 horas por dia. Até os 6 meses, a média diminui ainda mais: de 13 a 14 horas de sono.

3. Não é manha, não é birra, o bebê dorme porque precisa! “Há uma necessidade metabólica das ações neuromotoras, que ajudam no desenvolvimento do bebê”, explica dr. Artur.

Leia também

Truques para a hora de dormir

12 dicas para te ajudar na hora de colocar as crianças para dormir

Jennifer Garner grava vídeo de humor sobre a hora do filho dormir

4. Depois de 1 ano, você mesma já começa a perceber se seu filho tem algum problema para dormir. Nessa idade, existem algumas regras que ele precisa seguir, então, se ele sente muito sono durante o dia ou demora para dormir, fale com o pediatra.

5. Com mais de 12 meses de idade, de acordo com o pediatra, é normal que a criança durma de 10 a 12 horas, alternando entre a noite e os cochilos no meio da tarde.

6. Rotina é o mais importante! Ter a “hora de dormir” de todo mundo muito bem definida (e respeitar isso!) é fundamental.

7. “É a partir dos 2 anos que a criança começa a desenvolver uma autonomia mais que natural, que é conquistada, em média, até os 4 anos”, explica dr. Artur.

8. Depois que atingem a fase de sono profundo, as crianças, assim como nós, começam a sonhar. Nessa hora podem acontecer os pesadelos, que normalmente as fazem acordar assustadas.

9. Vale lembrar que você precisa observar sempre como seu filho está dormindo, porque o sono de qualidade é a garantia que no dia seguinte ele estará bem-disposto. Qualquer dúvida, procure o pediatra de confiança!