Especiais

Enfermeira judia amamenta bebê palestino acidentado

Nessa história a solidariedade falou mais alto que a religião

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

palestino

(Foto: Hadassah)

A família de Yaman Abu Ramila, um bebê palestino de 9 meses, sofreu uma acidente em Jerusalém no dia 2 de junho. O pai da criança morreu na hora e a mãe ficou com graves ferimentos na cabeça. Felizmente a criança estava com cinto de segurança e teve apenas alguns arranhões, mas estava com muita fome. A equipe do hospital tentou oferecer mamadeira para Yaman e ele refeitou, estava acostumado com o leite materno.

As tias do bebê procuraram por uma enfermeira para pedir ajuda e encontraram Ostrowski-Ola Zak, o que elas não esperavam é que a própria judia iria se oferecer para amamentar a criança. Quando Ostrowski-Ola Zak foi embora, ela postou uma mensagem no Facebook pedindo para as mães ajudarem Yaman a não passar fome. Várias mulheres foram até o hospital e muitas viajaram mais de 100 quilômetros para alimentar o bebê.

Leia também:

Anúncio

FECHAR

Menina inspira com sua foto do primeiro e último dia de aula

10 perguntas que toda mulher que amamenta deve fazer antes de malhar

Quando você realmente não pode amamentar

Pais&Filhos TV