Criança

S-O-L-E-T-R-A-R: Faça disso um exercício divertido

3 dicas práticas para ajudar o seu filho a ficar fera nessa habilidade

Logo-Parents (1)
Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

ajude-ao-seu-filho-soletrar

Ao contrário daquela época em que as crianças eram cobradas com exercícios de soletração frequentemente, a maioria das escolas, hoje em dia, formula alternativas criativas para cobrar essa prática de estudantes mais novos.

É importante considerar que a soletração é uma habilidade como a matemática ou a música, requerendo não só a lógica necessária, mas também a habilidade de memorizar. Por isso, pode ser mais difícil para algumas crianças do que para outras. Mas com ajuda e seguindo essas dicas, seu filho pode se tornar um soletrador confiante.

Anúncio

FECHAR

1. Faça disso um exercício divertido 

Se o seu filho pensa na soletração como uma tarefa, sente-se com ele para escrever palavras em cartões recortados separadamente para criar um jogo. Ou então, faça com que o seu filho seja o professor da vez. Assim, ele explicará para você, o estudante, como a palavra tem que ser soletrada.

“Se você tem uma lista de 10 ou 20 palavras a serem soletradas e que ele precisa aprender durante a semana, você pode pensar numa outra atividade: ganha quem escrever a história mais interessante usando algumas ou todas as palavras,” sugere o  autor americano de livros sobre soletração, Richard Gentry.

Educação ao redor do mundo

Cinco coisas que professores da educação infantil não vão te dizer

Você está terceirizando a educação do seu filho?

2. Acabe com aquelas palavras difíceis demais

No momento em que você vir uma palavra errada na tarefa do seu filho, não corrija-a simplesmente. Ao invés disso, veja se ela consegue falar da mesma forma que você, e depois, confiram juntos a palavra em um dicionário – físico ou online. Até mesmo um soletrador fantástico pode enroscar em uma palavra ou outra.

Se o seu filho está conscientemente soletrando errado essas armadilhas em forma de palavras, escreva o grupo de palavras num cartão de cartolina com as sílabas separadas atrás usando cada palavra. Assim, ela poderá ver o mesmo termo de formas diferentes nas quais as palavras ficam mais adequadas.

3. Use a tecnologia a favor e não contra

Apesar de todas as críticas da tecnologia quando usada por crianças, existem vantagens. Segundo a revista norte-americana “Parents”, pesquisadores ingleses descobriram que crianças de 10 a 12 anos que digitam mostraram melhoras na soletração e letramento, possivelmente porque essa nova linguagem os obriga a pensar sobre como as palavras são criadas foneticamente.

Então, se o seu filho é ligado a um celular ou iPad de qualquer forma, por que não usar isso como ajuda para a prática da soletração? Vale lembrar que a melhor maneira de desenvolver um bom soletrador é o incentivo à leitura (que também trabalha com a soletração). Quanto mais a criança vê o mundo nas páginas, mais profundamente ele irá internalizar a soletração, e mais palavras ele saberá será um melhor leitor.