Criança

Quedas de criança: Saiba em quais casos você precisa se preocupar

Quando a criança leva um tombo feio, a gente fica na dúvida se deve levar ou não ao hospital

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

(Foto: Shutterstock)

A mãe precisa se acalmar e esperar o filho reagir antes de qualquer coisa (Foto: Shutterstock)

Cair faz parte do aprendizado de todo mundo. Nos primeiros passos, nas tentativas de aprender a andar de bicicleta, andando, correndo ou brincando, a criança acaba caindo em algum momento. O problema é quando ocorre uma queda feia e a gente fica naquela dúvida de levar ou não ao hospital.

O doutor em ortopedia e traumatologia, Alberto Miyazaki, pai de Barbara, Ahlys e Derek, explicou que quando a criança leva um tombo que gera preocupação, primeiro a mãe e o pai precisam se acalmar e esperar o filho reagir antes de qualquer coisa.

“Assim que a criança sofre o trauma, ela vai estar assustada e com dor. Não adianta tentar movimentar imediatamente para ver está tudo bem. É melhor aguardar uns minutos e caso não seja algo grave, o pequeno vai continuar fazendo suas atividades. Se isso não acontecer é melhor levar ao médico”, orienta o especialista.

Anúncio

FECHAR

“Agora, se num período de 24 horas a criança vomitar, desmaiar, ter dores fortes de cabeça ou convulsionar ela precisa ser levada ao pronto-socorro”, orienta a pediatra Rosângela Gomes dos Santos, do Hospital Regional do Sul, mãe de Fábio e Patrícia.

Leia Também:

Mãe transforma filho em Harry Potter depois de machucado

3 erros que a gente comete quando o dente está mole

Mitos e verdades sobre a cólica infantil

Os bebês, menores de dois anos, necessitam de uma atenção especial caso sofram uma queda. Eles têm uma caixa craniana mais frágil e correm maior risco de ter uma fratura ou lesão intracraniana. “Após o trauma é bom fazer uma inspeção geral na criança, observando os movimentos dos membros e alterações na cabeça ou partes do corpo”, aconselha a pediatra.

E você já ouviu aquele famoso conselho que diz para não deixar a criança dormir depois de uma queda? O doutor Alberto afirmou que isso não é bem assim. “Se ela dormir normalmente é porque está confortável, sem sentir dor. Por isso relaxou e dormiu”, diz o traumatologista. O único problema é se ela desmaiar. “Caso a criança durma e os pais tenham dificuldade de acordá-la, aí pode ser preocupante e é melhor levá-la ao hospital”

Mas cuidado nunca é demais. Os pais notaram algum pequeno hematoma ou o famoso galo, e a criança não teve nenhum dos sintomas citados pelos especialistas, ela mesma pode cuidar do machucado em casa. “É bom fazer um pouco de compressa de gelo em cima da região afetada”, afirma o médico.

* Por Jessica dos Anjos, filha de Adriana e Marcelo.