Criança

Por que fazer dieta sem glúten pode não ser opção saudável para seu filho

Restringir glúten só é bom para quem tem intolerância alimentar

Logo-Parents (1)
Jade Lourenção

Jade Lourenção ,Filha de Rosana e Ricardo

bebe-pao

(Foto: Shutterstock)

Para crianças que têm doença celíaca, não ter a proteína do trigo na sua alimentação não é uma dieta “da moda”- é absolutamente necessário para a saúde. Doença celíaca é uma condição autoimune onde a pessoa não é capaz de digerir o glúten, uma proteína encontrada no trigo, cevada e no centeio. Para aqueles com a doença, comer glúten danifica as paredes do intestino delgado. Se não for tratada, ela pode levar a outras doenças autoimunes, além de causar anemia e infertilidade.

Mas não temos como negar a quantidade de pessoas que vão para uma dieta glúten free sem sugestão médica. O mercado de comidas sem glúten é uma industria bilionária, mas a maioria das pessoas que consomem essas comidas não possuem a doença celíaca. Em uma pesquisa feita pelo Hartman Group, os adultos que consomem comidas glúten free dizem ser ‘sem razão’ ou ‘uma opção mais saudável’ como as primeiras motivações para aderir à dieta. Mas o que isso significa para as crianças?

Em um comentário publicado no Jornal dos Pediatras, o Dr. Norelle Reilly, professor assistente de pediatria e diretor de doença celíaca pediatria na Universidade de Columbia, adverte que sem diagnóstico médico, não existe evidência nenhuma que uma dieta sem glúten é benéfica para crianças. Aqui estão algumas das razões:

Anúncio

FECHAR

Uma dieta sem glúten não é necessariamente mais saudável. Grãos são tipicamente fortificados, evitá-los significa que seus filhos podem não ter quantidades suficientes de vitamina B, ferro e folato. Fibras podem ser um problema também. Essas comidas tendem a ter mais gordura e açúcar do que alimentos que contém glúten. Sem falar que são bem mais caras também! (E não, ao contrário do que você ouviu falar, glúten não é ‘tóxico’!)

Uma dieta glúten free pode interferir em um diagnóstico preciso. Algumas pessoas cometem o erro de ir glúten free antes mesmo de serem testados para doença celíaca. Mas se você já cortou o glúten da sua alimentação, o teste não será exato.

Não comer glúten pode ser difícil. Há evidências de que a qualidade de vida é mais difícil para crianças que não consomem a proteína. Por exemplo, quando crianças não podem participar de lanches coletivos na escola. Isso pode levar a um sentimento de isolamento social.

Uma dieta sem glúten não protege os bebes da doença celíaca. Mesmo se a criança tem uma família com histórico de doença celíaca, não há evidências que negar a introdução de glúten na alimentação do bebê possa prevenir essa condição.

Se você acredita que gluten pode ser um problema para seu filho, fale com seu pediatra que possa te sugerir um especialista. Além da doença celíaca, algumas pessoas tem o que é chamado de sensibilidade ao glúten não celíaca, o que significa que eles não tem a doença em si, mas tem sintomas ligados ao glúten. Se você decidir tirar o glúten de sua dieta, faça o acompanhamento com um nutricionista para tye ajudar a planejar juntamente com sua família, e fazer com que as crianças recebam todos os nutrientes necessários.

Leia Mais:

Mito ou verdade? Teste seus conhecimentos sobre glúten

Bolo de leite condensado sem farinha e sem glúten

O perigo das dietas restritivas para as crianças

Pais&Filhos TV