Criança

Menino de 6 anos tem o braço reimplantado após acidente de carro

Mateus passou por muitas cirurgias, mas agora está se recuperando em casa

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Menino braço reimplantado 2

Mateus Ramos Monteiros, um menino de 6 anos do Rio de Janeiro, passou por momentos muito difíceis: ele teve o braço direito amputado depois em julho deste anos depois de sofrer um acidente de carro e passou por inúmeras cirurgias no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na região da baixada fluminense para os médicos tentarem reimplantar o membro. A cirurgia mais complexa demorou mais de 8 horas.

Para o pai do menino, o sargento da Polícia Militar Sandro Monteiro, é como se o filho tivesse nascido de novo. “Ele já brinca de vídeo game e vem mostrando uma ótima recuperação. Foi um verdadeiro milagre”, diz Sandro. A cirurgia para implantação é considerada de alta complexidade, segundo o microcirurgião João Recalde, coordenador do programa SOS Reimplante que atendeu Mateus e fez mais de 500 cirurgias desde 2009. A operação que colocou de volta o braço de Mateus contou com oito profissionais. O primeiro procedimento durou cinco horas e o menino teve que receber oito bolsas de sangue.

Anúncio

FECHAR

Menino braço reimplantado 3

Os médicos, em um primeiro momento, fixaram o osso e refizeram a circulação de veias e artérias. Desde então, foram outras seis cirurgias para finalizar o implante. Mateus ainda passou por oito cirurgias para reparar os danos provocados pelo acidente. “Nunca tivemos um caso tão complexo como este, pelo local em que ocorreu a amputação. Por ser muito delicada a recuperação do membro, o caso normalmente não teria indicação de reimplante. Mas toda a equipe ficou muito sensibilizada pela história e resolvemos fazer mesmo assim. Agora está sendo recompensador ver a recuperação da criança, tão ativa e falante”, afirma João Recalde.

Depois de passar três meses internado, Mateus ainda volta ao hospital para fazer sessões de fisioterapia e consultas para avaliação do seu estado. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro, quando uma pessoa sofre amputação por acidente é importante manter o membro amputado resfriado com gelo em um saco plástico. Quanto mais rápido o paciente chegar ao hospital, melhor, já que a cirurgia de reimplante tem mais garantias de sucesso quando é feita até seis horas depois do acidente.

Menino braço reimplantado 1