Criança

Mães devem confiar na própria intuição

Mais de 1.000 mortes de crianças poderiam ser evitadas

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Especialistas defendem que a intuição da mãe vale muito na hora de identificar algum problema na saúde dos filhos. Segundo a psicóloga especializada em crianças, Cynthia McVey, as mães de bebês ou crianças doentes parecem ter um sexto sentido de perigo, muitas vezes sem mesmo saber por que estão tão preocupadas.  

No Reino Unido, quase metade das 3.000 mortes de crianças são consideradas evitáveis, de acordo com um estudo realizado pela London School of Higiene e Medicina Tropical.  Uma em quatro dessas mortes é causada por falhas médicas.

Debbie Flowers, mãe de Bethany, de 10 anos de idade, levou a filha ao médico quando começou a desconfiar que a dificuldade na respiração da filha fosse mais do que asma. No começo, a filha não parecia estar incomodada com os sintomas, mas, no dia seguinte, ela começou a suar muito e a mãe preferiu levá-la ao posto de saúde. O médico disse que a respiração estava boa, diagnosticou que a menina estava com asma, receitou medicamentos e inalação.

Anúncio

FECHAR

Os sintomas não passaram e dois dias depois elas voltaram ao médico, que disse que a mãe era paranóica e que asma persistia por causa do estresse de Debbie. Após duas semanas com os mesmo sintomas e mais uma visita ao médico, ele reconheceu que a respiração e a suor excessivo não eram sintomas da asma.

O médico agiu tarde, e naquele mesmo dia Bethany sofreu insuficiência respiratória devido a um tumor. No dia seguinte, a garota morreu enquanto era transferida para outro hospital. O inquérito diz que certamente o tumor podia ter sido retirado e a garota teria sobrevivido.

Após perder a filha, mãe criou um grupo no Facebook para incentivar que as mães acreditem no próprio sexto sentindo (facebook.com/groups/ mothersknowbestbethanyslaw).

Fonte: Daily Mail

Pais&Filhos TV