Criança

Falta de escovação

Livro infantil fala sobre a grande vilã das cáries

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Por Jéssika Morandi, filha de Érika e Alexandre

Amanda Castanheira é psicopedagoga e resolveu escrever um livro infantil após observar que as crianças não andam ligando muito para a escovação dos dentes. Assim, ela criou a personagem Manuela que, ao longo do livro “Manuela Banguela”, desfaz a ideia de que os doces são os grandes vilões das cáries.

Na história, a fada dos dentes faz uma visita surpresa à menina Manuela e, juntas, elas vão tentar desvendar “o mistério do dente que caiu", se foi por causa da péssima escovação da menina, devido aos doces que comia ou um pouco de cada coisa.

Anúncio

FECHAR

O livro incentiva as crianças a prestarem mais atenção na hora de escovar os dentes e faz isso de uma forma lúdica, divertida e certamente mais eficiente do que apenas contar aos pequenos a importância da higiene bucal.

“Manuela Banguela” será lançado no dia 10 de dezembro, das 11h às 13h, na livraria Casa de Livros (www.casadelivros.com.br), localizada à Rua Capitão Otávio Machado, 259, no bairro de Santo Amaro, São Paulo (SP).

Amanda Castanheira, além de psicopedagoga, é mãe de Pedro e Sophia, de onde tirou boa parte de sua inspiração para escrever essa história, como ela mesma conta à Pais & Filhos:

P&F: Qual foi sua inspiração para escrever a história de Manuela Banguela?

Amanda: Essa história nasceu após uma observação duradoura  na rotina das crianças. Percebi que muitos deles não tinham o hábito de cuidar dos "dentinhos", então a Manuela surgiu, para ensinar de uma maneira engraçada e rimada sobre a necessidade de cuidar da higiene bucal.

P&F: Você sempre se preocupou com a questão doces/cáries/escovar os dentes?

Amanda: Sim. Educar não é apenas atingir o intelectual da criança, vai muito além, abrange intelecto, físico, moral, social e emocional. Então, o cuidar da higiene bucal sempre foi, é e será uma preocupação pertinente.

P&F: Acha que com uma higiene bucal adequada e sem exagerar nos doces, é possível conter as cáries na infância e diminuir os problemas dentários dessa idade, sem que sejam precisos radicalismos?

Amanda: Acredito que sim. Tudo é um hábito e essa prática também precisa ser prazerosa. Tudo que é realizado com prazer surte um efeito mais significativo. Creio que a leitura é uma ferramenta que desperta a criança para essa ação, tornando-a natural e não radical. A Manuela Banguela ajudará e muito esses pequenos.

P&F: Você se baseou bastante no dia a dia com seus filhos para escrever a história ou fez outros tipos de pesquisa?

Amanda: O dia a dia com meus filhos e alunos definitivamente foram as principais fontes vivas para o surgimento e o desenrolar dessa história.

P&F: Como você faz para incentivar seus filhos a escovarem os dentes? Você controla o quanto de doces eles vão comer?

Amanda: Os combinados são facilitadores nesse aspecto do incentivo. O doce aqui em casa não é um hábito corriqueiro, meus filhos usam as escovas e fecham o açucareiro. Não resisti e fiz uma rima!

Pais&Filhos TV