Criança

Existe idade certa para deixar o filho comer sozinho?

O pediatra Jorge Hubermann, do Hospital Einstein, responde

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

untitled-design-22

(Foto: Shutterstock)

No último domingo, 27, lançamos uma enquete no nosso Facebook para saber em que momento seu filho ganhou a independência com os talheres em casa. Tivemos muitas respostas com diferentes opiniões. A partir disso, conversamos com o pediatra Jorge Hubermann, filho de Raquel e Davi, para entender se realmente existe a fase certa para a criança começar a comer sozinha.

 

 

Anúncio

FECHAR

 

comentarios-1

“Se você pensar bem, a criança come sozinha desde bebê, porque algumas já pegam em volta do seio da mãe na hora da amamentação”, comenta Jorge. Segundo o especialista você precisa respeitar o tempo do seu filho, embora alguns demonstrem interesse cedo, outros já vão levar mais tempo para se dar bem com essa nova habilidade. Sim, é uma habilidade comer sozinho, assim como falar e andar. “É preciso paciência e não forçar nada. A criança deve aprender no tempo dela”, orienta o pediatra.

E deixe seu filho fazer sujeira. No processo de aprendizado “como comer sozinho” a criança não pode associar a hora da comida com sujeira, de acordo com Jorge é isso que acontece quando você fica limpando seu filho toda hora. Sentir a comida, sua textura, usar as mãozinhas, faz parte do desenvolvimento do seu filho. “Não precisa se preocupar, depois do momento da comida ele não vai se limpar mesmo?”, questiona o especialista.

Mas atenção, se a criança já tem mais de três anos e não está pegando no garfo ou talher para comer você pode conversar com um profissional para entender o que está acontecendo. Do contrário, invista nesse momento. Se seu filho já demonstrou interesse em fazer a tarefa sozinha dê apoio, mostre para ele o jeito certo e, principalmente, coma também! “A criança é espelho do adulto e adora imitar a gente. Os pais têm dificuldade, porque sentam à mesa e querem que a criança coma sozinha. Se você comer, ela vai te imitar”, aconselha Jorge.

Leia também:

“A palavra-chave da família moderna é flexibilidade” afirma Edimara Lima 

Papo sério: coisas que não devemos falar para a mãe de uma criança com síndrome de Down

Comida sólida para o bebê: quando e como começar

Pais&Filhos TV