Criança

E quando a vacina dá reação?

Tiramos as dúvidas das mães e pais sobre os efeitos colaterais

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

vacina pode dar reação

Vacinar dói um pouquinho, normal. Pode acontecer de o braço ficar doendo um tempo depois e seu filho ter um pouco de febre. Nada demais. Vacinar é preciso, e os benefícios superam em muito qualquer pequeno efeito colateral. Conheça os principais e saiba como agir:

  1. Os efeitos colaterais mais comuns são dor no braço (na região que recebeu a injeção), vermelhidão e inchaço. Para aliviar, use compressas frias até as primeiras 24 horas. Depois, converse com o pediatra da criança para verificar se é o caso de tomar um analgésico.
  2. Em segundo lugar vêm as febres, que não são raras, e podem acontecer depois da dose de diversas vacinas. Em principio o uso do antitérmico não deve ser usado. Se seu filho apresentar febre alta, consulte o pediatra. É importante, já que há estudos que já mostram que os antitérmicos podem atrapalhar o efeito da vacina.
  3. NUNCA dê antitérmicos de maneira preventiva, antes de seu filho tomar a vacina. Isso pode atrapalhar o processo de absorção da vacina pelo organismo.
  4. As únicas vacinas via oral são a da Pólio (depois das duas primeiras doses, aplicações injetáveis) e a Rotavírus, mas as mães não devem se preocupar caso o filho vomite ou passe mal depois da vacina de gotinha, o Ministério da Saúde recomenda que, assim que a criança esteja melhor, tome a vacina novamente.

Consultoria: Pediatra Isabella Ballalai, presidente da SBIM-RJ (Associação Brasileira de Imunização – http://www.sbim.org.br/).

Anúncio

FECHAR

Telefone para contato (assessoria): 21 3852-5185 | 3852-5112