Criança

Crie um cantinho de leitura

Construir um espaço aconchegante com a ajuda da criança identifica prazer à leitura.

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Quem não fica encantado quando vê o filho curtindo uma boa leitura? E do mesmo modo que a gente se esforça para incutir bons hábitos à mesa, de higiene, de sono… formar um pequeno leitor pode passar pela criação de um espaço agradável e convidativo. Nada que implique em muitos gastos.

É só reservar um cantinho da casa, ou do quarto, deixá-lo alegre e colorido, e reunir ali os livros da criança, CDs de músicas e histórias, material para desenho e brinquedos. Mesinhas e cadeirinhas, um tapete gostoso e algumas almofadas já bastam para construir um lugarzinho aconchegante, que vai ajudar a criança a relacionar leitura e prazer. Na hora de compor esse espaço é interessante convidar a criança a participar.

Anúncio

FECHAR

Quem pretende investir um pouco mais na decoração deve ficar atento. Cores claras nas paredes são mais indicadas, pois as escuras podem deixar o ambiente carregado. Uma iluminação eficiente nem forte, nem fraca, é importante.  Informação demais também atrapalha. O ideal é colocar poucos elementos, que  podem ser trocados periodicamente. Crianças tendem a desenhar após ouvir uma boa história. Convide-as a decorar o ambiente aos poucos, conforme você for lendo para elas.

A escritora Cléo Busatto, mestre em Teoria Literária pela Universidade Federal de Santa Catarina e contadora de histórias – ela estima já ter lido para 100 mil pessoas – conversou conosco sobre a ideia do cantinho de leitura e também sobre algo que consideramos fundamental para despertar o hábito de leitura nas crianças: os pais demonstrarem para os filhos o quanto gostam dos livros.

A partir de que idade recomenda montar o cantinho de leitura?

Assim que a criança já tem autonomia para ficar sentada, é um sinal de que ela está pronta para se adaptar ao cantinho da leitura.

Quando temos filhos de idades diferentes como conciliar? Vale misturar os livros?

A escolha sempre vai ser da criança. Mesmo com gostos diferentes, os pais e os filhos podem entrar num acordo e ler histórias diferentes no momento do cantinho da leitura. É importante dar essa autonomia para os pequenos, você oportuniza a criação de laços afetivos e de união entre os irmãos e a família.

A TV deve ficar bem longe desse cantinho de leitura?

Eu recomendo que sim. A televisão pode ser um encontro da família em outro momento, pois ela tem outra linguagem.

Como tantas outras coisas que ensinamos dando exemplo, é importante lermos na frente de nossos filhos?

Das ações que os pais podem fazer, ler é fundamental. E quando lemos para eles também, há afetividade envolvida.

Tentar identificar gostos por determinados temas e oferecer livros sobre eles ajuda?

E muito. É fundamental identificar o gosto da criança e criar meios para cultivar o que ela mais gosta.

Incentivar a troca de livros entre nossos filhos e os amigos é recomendável? Meu filho, por exemplo, nunca deu, nem emprestou livros. É apegado a eles até hoje.

A criança cria relações afetivas com o livro, principalmente se a história disser algo para ela. Se, a partir disso, por uma iniciativa da criança, ela quiser se desfazer da obra ou emprestar para um colega, tudo bem. Caso contrário, o ideal é deixar a criança se desfazer das coisas no momento que ela achar que ela deva fazer.