Criança

Bullying motiva menina de 9 anos a participar de corridas de obstáculos

Milla conseguiu apoio para treinamento por meio de plataforma de financiamento coletivo

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Milla ao lado do pai na última corrida em que participaram (Foto: Reprodução Instagram)

Milla ao lado do pai na última corrida em que participaram (Foto: Reprodução Instagram)

“Fácil” é uma palavra que uma criança de 9 anos costuma usar para definir coisas do tipo um jogo eletrônico ou a lição de casa, não é? Milla Estrela Bizzotto, uma garotinha norte-americana, no entanto, usou a expressão para falar sobre uma corrida de obstáculos de 15 quilômetros. Isso mesmo! A menina participa deste estilo de competição ao lado do pai Christian Bizzotto, que treina pessoas para esportes parecidos.

A motivação para se dedicar aos torneios foi um episódio triste. Milla sofreu bullying, mas não se intimidou. Ela decidiu ficar mais forte para manter os agressores longe.”Eu não queria que ninguém passasse pelo mesmo que eu. Quero dar o exemplo e mostrar para outras crianças que podem fazer ou ser qualquer coisa que elas quiserem”, disse ao jornal Miami Herald. Ela não contou, no entanto, o tipo de bullying.

Para participar dos treinamentos, ela até iniciou um projeto em um site de financiamento coletivo chamado de #InspirationForTheIPadGeneration (inspiração para a geração do Ipad, em tradução livre). Depois de conseguir o dinheiro necessário, Milla passou a compartilhar fotos dos treinamentos e fases de motivação. “Quero inspirar crianças a comerem comidas saudáveis e saírem para brincar fora de casa. Também quero que superem o bullying”, são algumas das frases que podem ser encontradas no site.

Anúncio

FECHAR

Leia mais:

Como e quando praticar esportes na infância

Pratique esportes com seu filho

Em busca do esporte perfeito

Recentemente, Milla participou de mais um desafio: a BattleFrog Xtreme, uma tradicional corrida de Miami, composta por 25 obstáculos em 8 quilômetros. Ela é a única concorrente com menos de 18 anos a assumir a prova por conta de uma permissão especial.

Milla se preparando para as corridas (Foto: Reprodução Go Fund Me)

Milla se preparando para as corridas (Foto: Reprodução Go Fund Me)

Lara Bizzotto, a mãe de Milla, disse ao jornal Miami Herald, que apoia a paixão da filha pelo esporte. “Eu não acho que você deve definir limites para as pessoas, muito menos para as crianças”, disse. Veja no vídeo abaixo a menina contando como foi participar da última corrida.