Criança

Brincar ao ar livre reduz miopia em crianças

Em locais abertos, a capacidade de enxergar de longe vai ampliando

Redação Pais&Filhos

Redação Pais&Filhos

Encorajar crianças a brincar mais ao ar livre pode ser uma forma de proteger a visão e reduzir as possibilidades de miopia. É o que diz um estudo realizado recentemente pela Universidade de Cambridge, no Reino Unido. 

O pesquisador responsável pelo estudo, Justin Sherwin, indica que há uma associação relevante entre o aumento do tempo passado ao ar livre e a prevalência de miopia em aproximadamente 10 mil crianças e adolescentes. De acordo com ele, a cada hora a mais por semana passada em ambiente externo, como jardins e parques, o risco de miopia era reduzido em 2%. 
De acordo com a oftalmologista e professora da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp Keila Monteiro de Carvalho, quando as crianças brincam em ambientes externos não estão usando a acomodação — o foco que os olhos dão pela contração do músculo ciliar. Por outro lado, ficar em locais fechados pode provocar dores de cabeça, lacrimejamento, ardor e vermelhidão nos olhos, que facilitam o desenvolvimento da miopia. 

Uma forma de cuidar da visão das crianças que passam muito tempo em locais fechados é garantir que elas tenham uma pausa de 15 minutos a cada hora, piscando várias vezes e olhando para o horizonte. Para Keila, no entanto, é ainda prematuro que se confirme a eficácia de aumentar o tempo ao ar livre como uma possível intervenção para prevenir a miopia e sua progressão. Ela alerta sobre a importante de observar a criança. “Se ela tiver dificuldade para enxergar de longe ou se tem o hábito de se aproximar demasiadamente dos objetos ou televisão,  é preciso consultar uma oftalmologista.” 

Anúncio

FECHAR

Consultoria: Keila Monteiro de Carvalho,oftalmologista e professora Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, mãe do André e do Felipe.