Criança

8 alimentos para dar ao seu filho antes de ele completar 1 ano

Variedade de sabores, texturas e cheiros é fundamental para que seu bebê coma de tudo

A REDAÇÃO PAIS&FILHOS

alimentos para crianças de até 1 ano

Quando o assunto é começar a alimentar o bebê com alimentos sólidos, variedade é o tempero da vida. Algumas pesquisas mostram que quanto mais vegetais e frutas o bebê comer antes de completar um ano, mais ela vai habituar seu paladar a comer de tudo quanto ele tiver seis anos ou mais. Quando falamos de alimentos que podem causar alergia como ovo, os pediatras também recomendam que eles sejam oferecidos para seu filho antes dos 12 meses de vida.

Não existem regras duras na hora de começar a oferecer alimentos sólidos ao bebê, Um segredo é oferecer frutas, um pouquinho de carne e verduras a cada três dias, assim, além de seu filho aceitar melhor os novos alimentos, ele vai começar a mostrar sinais de que possui algum tipo de alergia. Veja os 8 alimentos que você pode oferecer para seu filho antes de ele completar 1 ano:

Anúncio

FECHAR
  • Morangos: Bebês também comem com os olhos, assim como nós. Existe alimento mais bonito e mais suculento do que um morango bem vermelho? Além disso, o azedinho da fruta já vai começar a habituar o paladar do seu filho com alimentos não tão doces.
  • Salmão: O cérebro do bebê está em crescimento e precisa de muito ômega 3 para desenvolver sua capacidade cognitiva. O salmão está cheio desse nutriente, além dos ácidos graxos, que também são essenciais. Você pode desfiar o peixe e ir dando de pouco em pouco para seu filho, sem forçar.
  • Cebola e alho (com moderação!): você já pode pensar fora da caixinha de “comida para bebê” e começar a temperar algumas papinhas com alho e cebola, sem exagerar. É importante evitar colocar muito sal, já que esses temperos já garantem o sabor da comida.
  • Espinafre e outros verdes: A maioria dos bebês está disposta a experimentar novos alimentos. Algumas vezes eles vão fazer caretas ou mesmo se recusar a comer alguns alimentos (uma, duas, três vezes!), mas não desista de oferecer, principalmente se tratando de folhas verdes, que são alguns dos alimentos mais saudáveis do mundo. Deixe seu filho se acostumar com o gosto do espinafre, da alface, da couve e você vai se poupar o trabalho de ter que depois construir um paladar mais saudável em seu filho.
  • Carne: Se a sua família come carne, não se esqueça de começar a oferecer alguns pedacinhos para seu filho. Cheia de proteína e zinco, a carne é uma ótima comida para ser oferecida desde cedo. Sirva pura, bem picadinha, ou misturada com purê de batatas ou de vegetais.
  • Grãos: Não existe razão para não apresentar ao seu filho o bom e velho arroz e feijão. Eles precisam estar bem cozidos e você ainda pode arriscar oferecer lentilha, milho, ervilhas, grão-de-bico (precisa cozinhar ainda mais!) e até feijão preto. Eles são fonte de proteínas e ferro, essenciais para o crescimento e desenvolvimento (e evitam doenças como a anemia).
  • Ovos: esses são alguns dos alimentos que os pediatras pedem para esperar um pouco para oferecer ás crianças. Mas não espere muito. A proteína do ovo é um dos ingredientes para a comida perfeita no que diz respeito à alimentação. Ovos também são muito fáceis de preparar e existem vários jeitos de fazer: mexido, omelete, cozido… É só escolher!
  • Pêssego: São fonte de vitamina A, protegem contra as toxinas e têm alto teor de fibras. Além disso, são ricos em antioxidantes. O sabor açucarado agrada o paladar das crianças sem viciá-las no açúcar industrial.